Mundo

Perto do fim, dois estados podem definir as eleições nos Estados Unidos

Dois estados: Nevada e Geórgia poderão definir as eleições dos Estados Unidos nesta quinta-feira (5). Cinco estados ainda precisam encerrar a contagem dos votos, mas os dois podem ser suficientes para definir o presidente dos EUA. Caso vença em Nevada, o democrata Joe Biden terá votos suficientes no Colégio Eleitoral para ser eleito o 46º […]

Gabriel Neves Publicado em 05/11/2020, às 07h22

Ex-vice-presidente Joe Biden enfrenta o candidato à reeleição Donald Trump (Montagem: Reprodução/CNN)
Ex-vice-presidente Joe Biden enfrenta o candidato à reeleição Donald Trump (Montagem: Reprodução/CNN) - Ex-vice-presidente Joe Biden enfrenta o candidato à reeleição Donald Trump (Montagem: Reprodução/CNN)

Dois estados: Nevada e Geórgia poderão definir as eleições dos Estados Unidos nesta quinta-feira (5). Cinco estados ainda precisam encerrar a contagem dos votos, mas os dois podem ser suficientes para definir o presidente dos EUA.

Caso vença em Nevada, o democrata Joe Biden terá votos suficientes no Colégio Eleitoral para ser eleito o 46º presidente dos EUA.

Já a reeleição de Donald Trump percorre um caminho mais difícil, é necessário que o atual presidente vença na Geórgia, na Carolina do Norte, na Pensilvânia e ainda vire o resultado em Nevada.

O democrata está à frente na corrida eleitoral com 264 votos no Colégio Eleitoral (para vencer, é preciso chegar a 270), conforme publicado no portal G1.

Já o atual presidente tem 214 e deve garantir mais 3 votos no Alasca (Trump lidera por 29 pontos percentuais no estado), mas o pequeno número de delegados não deve fazer diferença no resultado da eleição.

Jornal Midiamax