Mundo

Brasileiros tentam ‘enganar’ governo irlandês para receber auxílio desemprego

A Irlanda passou a oferecer auxílio desemprego de 350 euros por três meses, equivalente a R$ 2.200 para trabalhadores que perderam seus empregos durante a pandemia do novo coronavírus. No entanto, alguns brasileiros tentaram burlar o sistema para receber o benefício mesmo não morando no país. A tentativa de trapaça foi descoberta pelo governo ao […]

Vinícius Costa Publicado em 11/05/2020, às 15h17

(Foto: Niall Carson/PA via AP)
(Foto: Niall Carson/PA via AP) - (Foto: Niall Carson/PA via AP)

A Irlanda passou a oferecer auxílio desemprego de 350 euros por três meses, equivalente a R$ 2.200 para trabalhadores que perderam seus empregos durante a pandemia do novo coronavírus. No entanto, alguns brasileiros tentaram burlar o sistema para receber o benefício mesmo não morando no país.

A tentativa de trapaça foi descoberta pelo governo ao perceber a grande quantidade de estrangeiros que deixaram a Irlanda e preferiram voltar ao país de origem, depois de perder seu emprego formal durante a pandemia e pedirem o benefício. A tática envolvia uma grande quantidade de brasileiros, segundo informou o jornal irlandês Irish Daily Mail.

Com a constatação de que várias pessoas estavam fora da Irlanda, evitou o governo gastasse aproximadamente 1 milhão de euros para cerca de 250 pessoas. Muito destas pessoas eram estudantes brasileiros, que moravam no país para estudar e trabalhar.

Os brasileiros perderam seus empregos durante a crise do novo coronavírus e decidiram retornar ao Brasil, mas mesmo saindo do país europeu, decidiram pedir o auxílio desemprego que está sendo oferecido pelos irlandeses.

Caso uma pessoa fique três meses desempregada, pode receber 4.200 euros, equivalente a cerca de R$ 26.300.

Jornal Midiamax