Mundo

Atentado terrorista nos Estados Unidos completa 17 anos

Por Raira Rembi No dia 11 de setembro de 2001 as Torres Gêmeas no complexo do World Trade Center, em Nova York foram atingidas por dois aviões. Cerca de 3 mil pessoas morreram, incluindo 227 civis e 19 sequestradores dos aviões. Quatro aviões comerciais foram roubados com os passageiros por 19 terroristas. Duas aeronaves atingiram […]

Da Redação Publicado em 11/09/2018, às 13h45

None

Por Raira Rembi

No dia 11 de setembro de 2001 as Torres Gêmeas no complexo do World Trade Center, em Nova York foram atingidas por dois aviões. Cerca de 3 mil pessoas morreram, incluindo 227 civis e 19 sequestradores dos aviões.

Quatro aviões comerciais foram roubados com os passageiros por 19 terroristas. Duas aeronaves atingiram as torres gêmeas, após o impacto as torres atingiram o prédio ao lado.

O Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, foi atingido pelo terceiro avião com passageiros a bordo. A quarta aeronave caiu em um campo aberto próximo, na Pensilvânia.

Como resultado as investigações nos registros da caixa-preta e de depoimentos de parentes, os tripulantes tentaram retomar o controle do avião, provocando a queda. Não houve sobreviventes.

Guerra ao Terror

O ex-presidente George W. Bush lançou uma guerra contra os países que considerava inimigos dos Estados Unidos. A chamada Guerra ao Terror, promovendo invasões ao Afeganistão para atingir o Taliban, que reuniu integrantes da Al-Qaeda.

Para Bush, essas nações apoiavam o terrorismo e mantinham armas de destruição em massa, tendo como referências do chamado “eixo do mal”: Coreia do Norte, Irã e Iraque.

Leis que aumentavam o rigor antiterrorismo foram aprovadas nos EUA e em vários países aliados. A economia sentiu o efeito da guerra ao terror, com o fechamento das bolsas de valores e prejuízos nas indústrias.

O Pentágono, também atingido por um dos aviões, foi reconstruído e virou um símbolo. O processo de reconstrução do Word Trade Center, em Nova York, só foi iniciado em 2006.

Na Pensilvânia, em homenagem ao voo 93, foi construído um memorial, as investigações apontaram que o voo estava programado para atingir a sede do governo dos Estados Unidos.

Consequências 

Após o atentado de 11 de setembro, os Estados Unidos estiveram envolvidos em mais guerras desde a Segunda Guerra Mundial. Alguns países atingidos foram: Iraque, Afeganistão, Paquistão, Líbia, Iêmen, Somália entre outros.

Em 2011 os EUA retiraram as primeiras tropas do Afeganistão. Foram 650 homens, até aquele momento os Estados Unidos ainda mantinham cerca de 100.000 soldados no país.

O atual presidente Donald Trump e a primeira-dama Melania Trump estiveram pela manhã em Shanksville, na Pensilvânia, para homenagear os heróis do voo que se chocou na cidade.

Jornal Midiamax