Mundo

Ataque aéreo a rebeldes mata quase 100 na Síria e deixa 500 feridos

Pelo menos 20 crianças morreram

Joaquim Padilha Publicado em 20/02/2018, às 13h07

None

Pelo menos 20 crianças morreram

Pelo menos 98 pessoas morreram em um ataque aéreo promovido pelo regime militar de Bashar Al Assad na região de Ghouta, ao leste da capital da Síria, Damasco. Os ataques ocorreram entre domingo (18) e segunda-feira (19).

Entre os feridos, estão 20 crianças e 14 mulheres. O balanço foi feito pela ONG Observatório Sírio para os Direitos Humanos, chamada Sohr, em inglês. A sigla afirma que o número de mortos pode aumentar, já que o ataque deixou 500 feridos.

Os atentados ocorreram em uma área que é controlada pela oposição ao ditador sírio. “É uma chacina pior do que aquela de Aleppo”, região também controlada por rebeldes, disse a porta-voz da Unicef, Andrea Iacomini.Ataque aéreo a rebeldes mata quase 100 na Síria e deixa 500 feridos

Na região, “faltam serviços fundamentais, como escolas e hospitais, comida, água e remédios” continua a porta-voz. Em 2013, a região opositora a Bashar Al Assad sofreu um ataque químico que deixou 1,3 mil mortos.

Jornal Midiamax