Mundo

Terroristas invadem Parlamento e mausoléu no Irã e deixam sete mortos

Estado Islâmico reivindicou atentados

Joaquim Padilha Publicado em 07/06/2017, às 10h20

None

Estado Islâmico reivindicou atentados

O Parlamento iraniano e o santuário do aiatolá Ruhollah Khomeini, fundador da República Islâmica, foram atacados por terroristas na manhã desta quarta-feira (7). Pelo menos sete pessoas foram mortas e outras foram feitas reféns.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria dos ataques, por meio da agência de notícias Amaq, que monitora as atividades do grupo terrorista. Segundo a Amaq, dois suicidas entraram no mausoléu de Khomeini com coletes explosivos.

Ao mesmo tempo, a 20 quilômetros de distância do santuário, quatro homens entraram no Parlamento iraniano e abriram fogo. Todos vestiam burca, se passando por mulheres, e morreram no ataque.Terroristas invadem Parlamento e mausoléu no Irã e deixam sete mortos

O Ministério de Inteligência do Irã afirmou que desarticulou uma célula terrorista que planejava mais um terceiro ataque. 

Vídeos que circulam na internet mostram a forte movimentação de policiais e curiosos em torno do Parlamento. O ataque ocorre quatro dias após o atentado registrado na ponte de Londres, que deixou sete mortos e dezenas de feridos.

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Jornal Midiamax