Mundo

Polícia de Londres prende 12 pessoas após ataque terrorista

Atentados no local deixaram 7 sete mortos e 48 feridos

Ana Paula Chuva Publicado em 04/06/2017, às 11h33

None

Atentados no local deixaram 7 sete mortos e 48 feridos

Polícia Metropolitana de Londres confirmou, neste domingo (4) que prendeu 12 pessoas suspeitas de estarem relacionadas ao ataque que deixou sete mortos e 48 feridos na noite de sábado (3) na capital inglesa.Polícia de Londres prende 12 pessoas após ataque terrorista

A operação, que segue em curso, está concentada em Barking, ao leste de Londres. “Oficiais do Comando Metropolitano Antiterrorismo prenderam, nesta manhã, 12 pessoas em Barking, ao leste de Londres, em conexão com os incidentes da última noite na região da London Bridge e do Borough Market. As buscas continuam em uma série de endereços”, afirmou o comunicado.

Segundo a agência Reuters, quatro mulheres foram detidas em um conjunto habitacional em Barking, e saíram do local escoltadas por policiais.

Autoridades britânicas seguem investigando o ataque que assolou o centro de Londres na noite de sábado. Os três terroristas responsáveis pelo massacre foram abatidos por forças policiais, e suas identidades não foram divulgadas. Nenhum grupo reivindicou o ataque até agora.

Os autores do atentado começaram a ação com um atropelamento em massa na London Bridge, um dos principais cartões-postais da capital britânica, e seguiram atacando pedestres com facas no Borough Market, mercado próximo à ponte.

Segundo comunicado oficial da Scotland Yard, a polícia metropolitana de Londres, a primeira ocorrência envolvendo os terroristas foi registrada por volta das 21h (horário local, 18h em Brasília), na London Bridge.

No local, os autores do ataque atropelaram com uma van os pedestres que passavam pela ponte londrina, e seguiram em direção ao Borought Market. Relatos de testemunhas apontam que o veículo usado pelos terroristas deixou a área reservada aos veículos na ponte e avançou contra os pedestres na calçada a mais de 80 Km/h.

Isto é por Alá’

Uma testemunha disse à BBC que acreditou inicialmente que os ocupantes da van desceram do veículo para ajudar as pessoas atropeladas. Entretanto, os homens sacaram facas e passaram a atacar pessoas que estavam em bares e restaurantes nas proximidades do mercado. A mesma testemunha afirmou que um dos terroristas gritou “isto é por Alá” enquanto atacava.

A Met (Polícia Metropolitana de Londres) declarou além disso que os suspeitos estavam “com o que pareciam ser coletes com explosivos, que depois acabaram se revelando falsos”.

Jornal Midiamax