Mundo

Turquia diz que ditador do Uzbequistão morreu; não há informações oficiais

Islam Karimov esteve mais de 25 anos no poder

Norberto Liberator Publicado em 02/09/2016, às 13h49

None
islam-karimov-nabral-90-39-golosov-na-prezidentskikh-vyborakh-v-uzbekistane.jpg

Islam Karimov esteve mais de 25 anos no poder

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, garantiu nesta sexta-feira em Ancara que o presidente do Uzbequistão, Islam Karimov, faleceu aos 78 anos, embora o anúncio oficial pelas autoridades uzbeques ainda não tenha sido feito.

"Opresidenteuzbeque, IslamKarimov,faleceu. Que a misericórdia de Deus esteja com ele. A República da Turquiacompartilhaa dor e atristezacom opovouzbeque",disseYildirim, em entrevista coletiva após uma reunião de seu gabinete,segundoojornalturco"Sabah".

Oúltimoinforme que o conselho ministerial do Uzbequistão fez hoje é de queKarimovestavaemestado"crítico" aosofreruma "grave piora" em sua saúde.

Opresidenteuzbequeestavainternado desde o sábadopassado, apóssofrerum AVC. Asautoridadesdopaístinhamselimitadoa informar que opresidenteestavahospitalizado e que precisava de um longo tratamentomédico.Karimovestevemais25anosnopoderno Uzbequistão,paíscomemorou ontem o Dia da Independência.

Em março de 2015, eleganhoupela quarta vez as eleições presidenciais commaisde 90% dos votos, em processo criticado pela Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE).

Em 1989,Karimovse tornou líderdo Uzbequistão, à época uma das 15 repúblicas soviéticas, e após a independência seguiu no cargo.

Jornal Midiamax