Mundo

Papa Francisco: ‘Brasil atravessa momento triste’

Francisco disse que não virá ao Brasil conforme previsto 

Midiamax Publicado em 03/09/2016, às 20h27

None
dilma-e-francisco.jpg

Francisco disse que não virá ao Brasil conforme previsto 

O papa Francisco comentou a situação política do Brasil, que abrange o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a efetivação de Michel Temer (PMDB) como presidente. De acordo com a Agência ANSA, Franciso afirmou, neste sábado (3), que o país atravessa ‘um momento triste’.

O líder religioso também declarou que não deve visitar o país em 2017, roteiro da América Latina cogitado pelo papado. A publicação também afirma que o papa convidou as pessoas a rezarem ‘para que Nossa Senhora Aparecida siga protegendo todo o Brasil, todo o povo brasileiro, neste momento triste’.

Os comentários foram realizados durante Inauguração de uma estátua de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, nos Jardins Vaticanos, em Roma. "Estou contente que a imagem de Nossa Senhora Aparecida esteja nos jardins. Em 2013, eu tinha prometido voltar ao Brasil. Não sei se será possível, mas, pelo menos, agora terei [a santa] mais perto de mim", declarou.

No dia 2 de agosto, a Agência publicou que o Papa havia escrito uma carta de apoio à ex­presidente Dilma Rousseff (PT).  A publicação foi motivada por um ‘tweet’ do teólogo Leonardo Boff. “De fonte extremamente fidedigna sabe-se que o Papa Francisco escreu uma carta à Presidenta Dilma Rousseff”, twittou o teólogo.

A ANSA afirma que Dilma confirmou o recebimento da carta. Ainda de acordo com a Agência, a ex-presidenta, no entanto, negou-se a divulgar o teor do documento. "Digo apenas que não foi uma carta oficial. Não foi uma carta do Papa em sua condição de representante do Vaticano. Não tem importância [o conteúdo]. Não é uma carta para ser divulgada", teria afirmado. 

Jornal Midiamax