Mundo

‘Obama é o fundador do Estado Islâmico’, afirma Trump

Segundo republicano, Hillary seria cofundadora

Norberto Liberator Publicado em 11/08/2016, às 12h59

None
donald_trump71-620x412.jpg

Segundo republicano, Hillary seria cofundadora

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em discurso na última quarta-feira (10) que Barack Obama é o “fundador” do grupo terrorista EI (Estado Islâmico), e que a candidata democrata Hillary Clinton é a “cofundadora” da organização.

“Ele é o fundador do EI”, afirmou o magnata. “E diria ainda que a desonesta Hillary Clinton teria sido a cofundadora”, prosseguiu, citado pela rede norte-americana CNN.  Na semana passada, Trump já havia dito que a candidata deveria “receber uma medalha do EI enquanto sua fundadora”.

“O EI venera o presidente Barack Hussein Obama”, declarou o bilionário que, ao citar o nome completo do presidente, insinuou que ele seria muçulmano e que nasceu no Quênia, um boato que correu o país anos atrás.

A legislação dos EUA não permite que pessoas nascidas em outros países sejam presidentes. Obama nasceu comprovadamente no estado norte-americano do Hawaii.

O republicano lembrou que o EI se expandiu durante a administração de Obama, e culpou a política externa do presidente no Oriente Médio como principal fator para crescimento do grupo jihadista. De acordo com o jornal The New York Times, o bilionário já havia chegado a dizer que Obama teria relações com Omar Mateen, autor do ataque à boate Pulse.

Jornal Midiamax