Mundo

Milhares voltam a cidade síria após fuga de militantes do Estado Islâmico

Centenas de veículos com famílias e seus pertences rumaram à cidade

Ana Paula Chuva Publicado em 13/08/2016, às 20h48

None
srios.jpg

Centenas de veículos com famílias e seus pertences rumaram à cidade

Milhares de habitantes que haviam deixado a cidade síria de Manbij voltaram ao local neste sábado (13), depois de combatentes apoiados pelos Estados Unidos terem expulsado os últimos militantes do Estado Islâmico de seu antigo reduto, afirmaram moradores e aliados dos EUA.

As Forças Democráticas da Síria (SDF, na sigla em inglês) anunciaram na sexta-feira que tinham tomado o controle completo da cidade, perto da fronteira com a Turquia, depois da partida dos últimos militantes, que haviam usado civis como escudos humanos.

Centenas de carros e veículos transportando famílias e seus pertences rumaram para a cidade de acampamentos improvisados ​​e aldeias do interior, onde muitos dos moradores haviam se refugiado durante a campanha de dois meses, de acordo com uma autoridade da SDF e parentes que estavam em contato com os moradores.

"Milhares de pessoas estão voltando e as lojas estão abrindo. Hoje é o primeiro dia da vida voltando ao normal", afirmou Sharfan Darwish, porta-voz do Conselho Militar de Manbij, aliado do SDF. Ele acrescentou que o trabalho agora era para restaurar os serviços básicos.

A perda de Manbij, ocupada pelo Estado Islâmico desde o início de 2014, é um grande golpe para os militantes do EI, pois o local é de importância estratégica, servindo como um canal para o trânsito de jihadistas estrangeiros e provisões a partir da fronteira turca.

Jornal Midiamax