Mundo

Com valor recorde, EUA fecham acordo para aumentar ajuda militar a Israel

Pacote inclui criação de sistema antimísseis

Norberto Liberator Publicado em 14/09/2016, às 13h53

None
netanyahu_obama_reuters.jpg

Pacote inclui criação de sistema antimísseis

Os governos dos Estados Unidos e de Israel devem assinar um acordo válido por 10 anos, para desenvolvimento de sistemas de defesa antimísseis. O pacote de ajuda militar foi assinado nesta quarta-feira (14) em Washington.

De acordo com a rede francesa Euronews, a assistência militar resulta de negociações feitas ao longo deste ano, entre o presidente norte-americano Barack Obama e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

O valor não foi divulgado, mas fontes da agência Reuters afirmam que foi de cerca de US$ 38 bilhões. O pacote é anunciado dias antes da visita de Netanyahu a Nova York.

O chanceler se comprometeu a não recorrer aos Estados Unidos para pedir mais recursos, além dos que já estão inclusos no acordo.

De acordo com Dan Shapiro, embaixador dos Estados Unidos em Israel, citado pela rede portuguesa RTP, é o maior acordo de defesa já feito entre os Estados Unidos e um único país.

O jornal israelense Haaretz afirma ser a primeira vez que os Estados Unidos fecham um acordo para auxiliar o desenvolvimento de sistemas antimísseis em Israel. O Departamento de Estado norte-americano disse que o auxílio "constitui o maior compromisso único de assistência militar bilateral na história dos Estados Unidos".

Jornal Midiamax