Mundo

Atentado contra mesquita deixa 27 mortos no Afeganistão

Homem-bomba detonou os explosivos em meio aos peregrinos

Henrique Kawaminami Publicado em 21/11/2016, às 11h38

None
mesquitahomembomba.jpg

Homem-bomba detonou os explosivos em meio aos peregrinos

Um atentado suicida deixou ao menos 27 mortos e 35 feridos nesta segunda-feira (21) em uma mesquita xiita de Cabul, em plena cerimônia religiosa para marcar os 40 dias após a Ashura.

"Um homem-bomba detonou os explosivos em meio aos peregrinos na mesquita, matando 27 pessoas e ferindo 35", declarou à AFP Fridon Obaidi, diretor de investigações no ministério do Interior.

"Foi um ataque suicida que aconteceu por volta das 12H30 (6H00 de Brasília) dentro da mesquita Baqirul Olum", na zona oeste da capital afegã, informou Sediq Sediqqi, porta-voz do mesmo ministério.

"Eu estava na mesquita, as pessoas estavam rezando e eu ouvi um grande barulho, as janelas explodiram. Não tinha ideia do que estava acontecendo, fugi aos gritos", afirmou uma testemunha, Ali Khan, à AFP.

A área do ataque foi isolada e muitas ambulâncias seguiram para o local, informou o porta-voz do ministério da Saúde, Mohamad Ismail.

As vítimas foram levadas para dois hospitais da capital, Istiqlal e Emergency.

A comunidade xiita celebra nesta segunda-feira o Arbain – "quarenta" em árabe -, que marca o fim dos 40 dias de luto depois da Ashura, em recordação à morte do imã Hussein.

Durante a Ashura, em 13 de outubro, uma série de atentados reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) contra os xiitas afegãos deixaram mais de 30 mortos e quase 100 feridos em Cabul e Mazar-i-Sharif (norte).

No dia 23 de julho, outro atentado reivindicado pelo EI contra uma manifestação da minoria xiita Hazara deixou 85 mortos e mais de 130 feridos.

Jornal Midiamax