Mundo

Adolescentes francesas são presas por ligação com Estado Islâmico

Elas mantinham conversas com terrorista que vive na Síria

Norberto Liberator Publicado em 26/09/2016, às 11h35

None
police_paris.jpg

Elas mantinham conversas com terrorista que vive na Síria

Duas adolescentes francesas foram presas por manter contato com Rachid Kassim, aliciador do grupo terrorista autointitulado EI (Estado Islâmico). De acordo com o jornal Le Parisien, ele as convenceu a cometer atentados para vingar a morte de Abou Al-Adani, porta-voz da organização.

A rede francesa RFI afirma que elas tinham 17 e 19 anos, e trocavam mensagens com o terrorista por meio do aplicativo Telegram. Kassim é suspeito de ser o principal articulador em atentados ocorridos na França.

Segundo investigadores, elas assumiram que teriam planejado um ataque, mas que acabaram desistindo. A menina de 19 anos já tinha passagens pela polícia. Ela fazia parte da filial do grupo de Omar Diaby, um dos primeiros membros do EI a convocar jovens franceses. Ele vivia em Nice.

Desde o começo do mês de setembro, ao menos quatro adolescentes foram presos por suspeita de participação em atos preparatórios de atentados terroristas. Eles recebiam ordens de Kassim, que vive na Síria.

Kassim tem 29 anos e comanda uma rede de adolescentes, cujo objetivo é promover atentados em nome do EI. O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, afirma que franceses cada vez mais jovens são incitados a ingressar no terrorismo por membros do grupo jihadista.

Jornal Midiamax