Mundo

Piloto da TransAsia teria desligado o motor por engano, diz relatório

"Ai, puxei a alavanca do lado errado" foi a frase dita por ele no momento em que perdeu o controle

Clayton Neves Publicado em 02/07/2015, às 13h07

None
20150206085211_1.jpg

“Ai, puxei a alavanca do lado errado” foi a frase dita por ele no momento em que perdeu o controle

O mais recente relatório do Conselho para a Aviação Civil de Taiwan revela que o piloto Liao Jian-zong, de 41 anos, desligou por engano o único motor da aeronave ATR72-600 da TransAsia, depois que o primeiro parou de funcionar, três minutos após a decolagem. No texto, o funcionário foi descrito por colegas como um homem “nervoso” e que tinha uma “tendência de se apressar para realizar os procedimentos e sem coordenação (com o co-piloto)”. No acidente, ocorrido em fevereiro deste ano, 15 de um total de 58 pessoas sobreviveram.

Uma gravação da voz de Liao, registrada na caixa-preta da aeronave, confirmou o engano cometido por ele. “Ai, puxei a alavanca do lado errado”, esclarece o áudio. As últimas palavras registradas no cockpit foram as de um piloto em treino, que também se encontrava na cabine. Ele gritou: “Impacto, impacto, preparar para o impacto”.

O Conselho de Segurança da Aviação de Taiwan, por enquanto, ainda nao atribui culpa a ninguém, mas chegou a acrescentar detalhes sobre o acidente e o piloto. O conselho teria falado inclusive que ele tinha falhado um teste de simulador de vôo pouco antes do acidente, ocorrido em 4 de fevereiro.

O momento da queda do avião foi registrado em um vídeo amador, que repercutiu na internet. As imagens impressionantes mostravam o avião passando bem próximo a uma ponte, em uma região bastante movimentada e com vários prédios. Antes de cair, ele chegou a bater na lateral da estrutura de concreto. A aeronave transportava 53 passageiros, três membros da tripulação e dois assistentes de vôo. O piloto e o co-piloto não sobreviveram.

Jornal Midiamax