Mundo

Papa pede à comunidade internacional “soluções pacíficas” para a Líbia

O papa Francisco pediu à comunidade internacional para se  mobilizar

Clayton Neves Publicado em 18/02/2015, às 12h53

None
gfuvw_1df1971204ef0c0b5d33c1d351b074431.jpg

O papa Francisco pediu à comunidade internacional para se  mobilizar

O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (18) à comunidade internacional para se  mobilizar com o objetivo de “encontrar soluções pacíficas para a difícil situação na Líbia”, algumas horas antes de uma reunião extraordinária do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Durante a audiência geral semanal na Praça de São Pedro, o papa convidou novamente os fiéis para rezarem pelos egípcios “mortos há três dias na Líbia apenas por serem cristãos”.

Os 21 cristãos egípcios foram decapitados pelos jihadistas do grupo Estado Islâmico e Francisco exprimiu na segunda-feira (16) a sua “profunda tristeza” pelo assassinato.

O papa telefonou ao patriarca dos coptas ortodoxos do Egito, Tawadros II, para expressar solidariedade e dedicou a missa matinal de terça-feira (17) ao massacre.

Jornal Midiamax