Mundo

Noite de sexo bizarro acaba com mulher de 18 anos morta com tiro na cabeça

O caso aconteceu no último dia 7 de novembro

Diego Alves Publicado em 19/11/2015, às 02h25

None
9y38ly9a20j1aefv7460hrjo8.jpg

O caso aconteceu no último dia 7 de novembro

Uma jovem mulher de 18 anos morreu durante uma sessão de sexo bizarro com o parceiro após ele acidentalmente assassiná-la com um tiro na cabeça, de acordo com a polícia. O caso aconteceu no último dia 7 de novembro em um motel na cidade de Tampa, no estado norte-americano da Flórida.

De acordo com informações do "New York Daily News", Christina fazia sexo com Tyrone Fields, de 21 anos, quando pediu para que ele apontasse sua pistola 9 mm à cabeça da jovem e, como em uma roleta-russa, apertasse o gatilho seguidas vezes. Ele obedeceu – mas afirmou em depoimento ter esquecido de remover uma das balas do pente.

"O acusado confirmou ter puxado o gatilho intencionalmente como parte da brincadeira e a arma acabou atirando uma única bala direto na cabeça da vítima", afirma a investigação. Segundo Fields, que identificou a garota à polícia – o que logo foi confirmado por meio de sua carteira de motorista –, ele estava em cima de Christina quando atirou.

As câmeras de segurança do motel confirmaram que os dois entraram no quarto de forma consensual. Nathan Bradley, primo de Christina, afirmou que a jovem era bastante autêntica e dificilmente se deixava dissuadir de alguma ideia quando a colocava na cabeça.

"Ela adorava se divertir, todos a amavam", afirmou Bradley. "Essa história colocou meu mundo de ponta cabeça. Sinceramente, não sei no que acreditar."

Fields está preso na prisão de Hillsborough County sob a acusação de homicídio. Ele ainda será julgado pelo crime.

Jornal Midiamax