Lutador acusado de infectar homens com HIV é julgado nos EUA

Apenas uma das acusações pode ter pena de 30 anos de cadeia
| 14/05/2015
- 00:36
Lutador acusado de infectar homens com HIV é julgado nos EUA

Apenas uma das acusações pode ter pena de 30 anos de cadeia

Começou esta semanana, em St. Louis, no sul do EUA, o julgamento do  lutador universitário Michael Johnson, acusado de infectar dois parceiros sexuais com HIV e de expor quatro outros ao vírus num período de 10 meses após já saber que estava infectado. Johnson, que tem 23 anos, alega ser inocente.

“Ele não apenas falhou em avisar [que tinha o HIV]. Quando foi especificamente perguntado se estava limpo, ele mentiu”, disse o promotor Philip Groenweghe, segundo reportagem do “New York Daily News”.

Johnson foi campeão nacional universitário em sua categoria de luta livre em 2012. Ele pode pegar 30 anos de cadeia pela acusação principal e pode pegar mais 5 a 15 anos por outras quatro acusações.

Veja também

A partida dos navios provou que o acordo pode funcionar e deu esperança para mais exportações de alimentos da Ucrânia

Últimas notícias