Mundo

Homem ateia fogo ao corpo em Seul em protesto contra o Japão

O protagonista do incidente se encontra hospitalizado e em condição estável

Clayton Neves Publicado em 12/08/2015, às 11h21

None
homemfogocorposeuljapaoefe.jpg

O protagonista do incidente se encontra hospitalizado e em condição estável

Um homem ateou fogo ao próprio corpo nesta quarta-feira (12) em frente à embaixada do Japão em Seul após uma passeata na qual cerca de mil pessoas protestaram contra o uso de escravas sexuais coreanas pelas tropas japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.

O homem, de 81 anos, se ateou fogo por volta de 12h40 (horário local, 0h40 de Brasília), mas foi rapidamente detido por outras pessoas que estavam perto e conseguiram apagar as chamas, segundo disse um porta-voz da polícia à agência de notícias “Yonhap”.

O protagonista do incidente se encontra hospitalizado e em condição estável, segundo a mesma fonte, que não quis dar mais detalhes sobre o fato nem revelar sua identidade.

O governo da Coreia do Sul criticou com insistência o Executivo japonês do conservador Shinzo Abe por sua reticência em reconhecer este episódio histórico, e lhe instou a pedir desculpas e oferecer compensações às vítimas.

O incidente de hoje também aconteceu a três dias da comemoração do 70º aniversário da independência da Coreia do Sul, que aconteceu em 15 de agosto de 1945 após a colonização do Japão entre 1910 e 1945.

Jornal Midiamax