Hillary Clinton pode ser investigada por caso de uso de e-mail particular

Investigadores pediram abertura de inquérito, segundo o 'New York Times'
| 24/07/2015
- 16:21
Hillary Clinton pode ser investigada por caso de uso de e-mail particular

Investigadores pediram abertura de inquérito, segundo o ‘New York Times’

Dois investigadores solicitaram ao departamento de Justiça a abertura de um inquérito sobre a possibilidade de Hillary Clinton ter realizado uma manipulação errada de informações sensíveis do governo ao utilizar seu correio eletrônico particular para tratar de assuntos do departamento de Estado, informou o jornal “The New York Times”.

O pedido acontece depois de uma avaliação realizada pelos inspetores gerais do departamento de Estado e das agências de inteligência dos Estados Unidos, que figura em um memorando de 29 de junho e que assinala que a conta particular de Hillary possuía certos e-mails potencialmente sigilosos, segundo o jornal.

O memorando foi dirigido a Patrick Kennedy, subsecretário de Estado de administração, indica o Times, que diz ter obtido o texto de um alto funcionário do governo.

Os inspetores-gerais são investigadores internos dentro das agências do governo.

Ex-secretária de Estado, ex-senadora e ex-primeira-dama, Hillary se lançou à disputa presidencial, e pouco duvidam que obterá a candidatura democrata à Casa Branca.

Hillary Clinton acusa seus inimigos políticos de fabricar uma controvérsia em torno dos correios eletrônicos em questão e garantiu que jamais utilizou seu e-mail particular para se comunicar com o pessoal do departamento de Estado, dignitários e outras pessoas entre 2009 e 2013.

Veja também

A partida dos navios provou que o acordo pode funcionar e deu esperança para mais exportações de alimentos da Ucrânia

Últimas notícias