Mundo

Estado Islâmico posta vídeo mostrando destruição da cidade de Ninrud

A destruição da cidade foi reportada há mais de um mês e a Unesco denunciou tratar-se de um crime de guerra

Clayton Neves Publicado em 11/04/2015, às 19h44

None
estadoislamico.jpg

A destruição da cidade foi reportada há mais de um mês e a Unesco denunciou tratar-se de um crime de guerra

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) postou neste sábado (11) um vídeo mostrando seus combatentes destruindo obras de arte em uma cidade assíria antiga de Nimrud, no Iraque.

Segundo as imagens, Nimrud, situada a 30 km de Mosssul, nas margens do rio Tigre, foi completamente arrasada.

A destruição da cidade foi reportada há mais de um mês e a Unesco denunciou tratar-se de um crime de guerra.

“Sempre que pudermos destruir os sinais de idolatria e expandir o monoteísmo, nós o faremos”, promete um jihadista no fim do vídeo.

Nas imagens, jihadistas destroem baixos-relevos e estátuas com machados. Em seguida, eles usam barris de pólvora para destruir paredes feitas de placas de gesso e com lindas representações de divindades assírios esculpidas.

Por fim, uma enorme explosão faz o lugar virar uma nuvem de poeira.

Nimrud, uma cidade fundada no século XII aC e uma das principais cidades do império assírio, era um dos mais famosos sítios arqueológicos Do Iraque, um país muitas vezes descrito como o berço da civilização.

Jornal Midiamax