MidiaMAIS / TV & Novela

VÍDEO: Elenco de Pantanal viveu momentos de terror durante tempestade de areia em MS

Juliana Paes filmou tudo e publicou em seus stories

João Ramos Publicado em 18/10/2021, às 09h07

Pantanal na escuridão deixou equipe apreensiva
Pantanal na escuridão deixou equipe apreensiva - (Fotos: Reprodução, Instagram)

Equipe da TV Globo, alocada no Pantanal sul-mato-grossense, gravando a novela que leva o nome do bioma, também foi atingida pela tempestade de areia que invadiu Mato Grosso do Sul e fez estragos na última sexta-feira (15).

Apesar do fenômeno da natureza ter ocorrido no fim da última semana, a atriz Juliana Paes só compartilhou neste domingo (17) o caos da tormenta que viveu quando o dia virou noite.

Mais antenada que todos da equipe, Juliana é a que compartilha com mais frequência os bastidores das gravações da trama, e também foi a única que, até agora, mostrou a tempestade de areia invadindo o set de filmagens da novela.

Em vídeo publicado neste domingo, ela exibiu gravações realizadas no momento da ventania com poeira. "Gente, são 2h53 da tarde. Virou noite de repente aqui", disse brevemente, num vídeo com visibilidade quase nula. Em seguida, mostrou o "início da tempestade" que deixou o Pantanal na escuridão em pleno dia.

Abrigada em uma espécie de varanda, a atriz sentiu os ventos de quase 100k/h na pele. Pelo áudio e a movimentação do cabelo de Juliana, a ventania batia na cara da atriz. Confira os momentos de terror vividos pela equipe no meio do nada, no Pantanal de MS:

Estragos em MS

A nuvem de poeira com ventos, seguida por forte tempestade, causou estragos em todo o Estado na última sexta-feira (15). Nesta segunda (18), muitas casas em várias cidades de MS continuam sem energia. Algumas sofrem até com a ausência do fornecimento de água. 

Conforme a Energisa, concessionária de energia que atua em Mato Grosso do Sul, os sistemas registraram 5.300 solicitações apenas naquela sexta-feira, o equivalente a 20 vezes mais ocorrências em comparação com outubro do ano passado, início do último período de chuvas na região. Essa é uma situação nunca registrada em quase oito anos de concessão no Estado

Mais 1.434.626 raios foram notificados. O temporal provocou o rompimento de cabos e quedas de postes, e danificou transformadores e alimentadores. As equipes seguem atuando simultaneamente nos reparos da rede elétrica que foi prejudicada pela queda excessiva da vegetação, rajadas de ventos e elevado número de raios. 

Além do problema com a energia elétrica, árvores caíram e também provocaram estragos. Em Corumbá, a ventania fez um barco naufragar, vitimando 7 pessoas. A situação de caos ainda permanece. Em Campo Grande, a Prefeitura vai anunciar um plano de recuperação para os danos causados pelas tempestades.

Segundo comunicado oficial, serão anunciadas medidas de prevenção, recuperação e assistência para enfrentamento a possíveis riscos de desastres naturais, como os que já atingiram a Capital.

Jornal Midiamax