MidiaMAIS / TV & Novela

Usurpadora da Globo, Manuela é incapaz de argumentação própria e passa vexame ao repetir falas

Personagem acabou desmoralizada pela própria autora em cena que é a grande marca do folhetim

João Ramos Publicado em 21/07/2021, às 09h41

Máscara de boazinha e perfeita caiu até para os fãs cegos que a aclamavam
Máscara de boazinha e perfeita caiu até para os fãs cegos que a aclamavam - (Foto: TV Globo)

Quem assistiu ao capítulo mais emblemático de "A Vida da Gente" nesta terça-feira (20), certamente ficou constrangido com a desmoralização pública (para o público) da personagem Manuela, interpretada por Marjorie Estiano.

Ao longo dos últimos 10 anos, desde quando o folhetim foi transmitido pela primeira vez, em 2011, Manu e sua intérprete são aclamadas na internet, principalmente pela argumentação da confeteira contra a irmã Ana (Fernanda Vasconcellos).

Reprise tirou a máscara de Manuela depois de uma década com pessoas assistindo e idolatrando suas falas recortadas e plagiadas (Foto: TV Globo)

Na cena em questão, as duas se encontram, não se seguram, e depois de muito tempo sem se falar, esfregam verdades doídas uma na cara outra. As falas de Ana na sequência sempre foram diminuídas por um público que vê novela por recortes. Mas, ontem, telespectadores sentiram vergonha alheia de quem endeusou Manuela todo esse tempo ao assistir com atenção e descobrir que, na verdade, nenhum daqueles argumentos ácidos eram dela.

“Estou falando de você ter destruído a minha relação com o Rodrigo para nada. Porque nem coragem pra bancar a sua decisão você teve. Quando eu decidi ficar com ele lá atrás, todo mundo dizia que o teu coma não tinha mais volta, mas... Ainda assim foi difícil demais bancar a decisão de me casar com o Rodrigo, mas... Eu banquei... E você sabe por quê? Porque eu sou adulta, porque eu não daria um passo pra frente numa decisão desse tamanho, envolvendo a Julia, para depois amarelar e voltar tudo para trás”, disse Manu à Ana.

O que ninguém se lembrava, com o passar do tempo, é que Manu tinha acabado de escutar essas palavras de Nanda (Maria Eduarda), a irmã de Rodrigo (Rafael Cardoso) na cena anterior, o que deixou tudo ainda mais constrangedor. Foi Nanda quem vomitou todos esses argumentos no ouvido de Manu.

Na cena seguinte, quando Ana bate na porta da irmã, Manuela, sem capacidade de argumentação própria, apenas repete o que ex-cunhada disse. O público percebeu e ficou perplexo com a absurda aclamação que a personagem recebe na web, ao ser desmoralizada de tamanha forma pela própria autora da novela, que a colocou como uma sem personalidade e sem opinião

Veja a fala de Nanda no vídeo abaixo:

Compare vendo os argumentos que Manuela usou para tentar acabar com Ana:

Além de ser a grande "usurpadora" da Globo, por roubar a vida da irmã enquanto ela estava em coma, ficando com o namorado e com a filha de Ana, Manu impediu que a treinadora recuperasse o que era seu, minando a relação dela com Júlia (Jesuela Moro), o que culminou em um término da ex-tenista com Rodrigo.

Diferente da usurpadora mexicana (ou do SBT), em "A Vida da Gente", é a mocinha usurpada quem nunca pode retomar o que lhe pertenceu. Ana segue amando Rodrigo até o final mas, para ficar bem com a irmã, abre mão desse amor. Nas cenas desta terça, ficou bem claro para o público quem é a Manuela.

A repercussão na internet aconteceu. A personagem foi chamada de inútil e pessoas que a apoiavam mostraram tremenda frustração ao se darem conta de sua verdadeira personalidade, sem máscaras. Veja:

Jornal Midiamax