MidiaMAIS / TV & Novela

Triunfo do Amor marca triste fim para a carreira de Maite Perroni no Brasil

Trabalhos da artista em território brasileiro nunca mais serão os mesmos após o fim da novela

João Ramos Publicado em 31/05/2021, às 10h22

William Levy e Maite Perroni protagonizam a trama
William Levy e Maite Perroni protagonizam a trama - (Televisa)

Cantora e atriz internacional, Maite Perroni estabeleceu sucesso ininterrupto no Brasil graças às novelas de seu currículo exibidas pelo SBT desde 2005. De lá para cá, já são 16 anos aparecendo com frequência na televisão dos brasileiros.

Hoje, ela é a ex-rbd de maior sucesso no país, chegando a desbancar antigos fenômenos como Dulce María, Anahi e Poncho Herrera. Tudo isso porque foi a única que não saiu da mídia brasileira desde o fim da novelinha teen que arrebentou em solo nacional.

Maite como Lupita em "Rebelde" (Televisa)

Diferente de todos os outros, a cantora se consagrou através das novelas mexicanas transmitidas pelo SBT e recebidas com louvor pelo público. Dessa forma, Maite conquistou os brasileiros e abriu caminhos incríveis para a repercussão de seu trabalho musical no país, bem reconhecido, apreciado e consumido não apenas por fãs da extinta banda adolescente.

Mas um acontecimento devastador em abril vai mudar para sempre a carreira da artista no Brasil.

Ana Lúcia Menezes

Atualmente, Maite Perroni está no ar pelo SBT na novela mexicana "Triunfo do Amor", exibida originalmente em 2010 pela Televisa e estreada apenas em novembro de 2020 na emissora de Silvio Santos.

Maite Perroni é Maria Desamparada em "Triunfo do Amor" (Televisa)

Já em sua última semana, "Triunfo" é um marco para a trajetória da atriz por aqui, porque representa um triste fim em seus trabalhos televisivos. Isso porque sua dubladora oficial, Ana Lúcia Menezes, faleceu no dia 20 de abril após sofrer um AVC no Rio de Janeiro. Quando partiu deste mundo, Ana já tinha finalizado a dublagem da personagem Maria Desamparada, protagonista de "Triunfo do Amor" interpretada por Maite Perroni.

Ana Lúcia Menezes, a dubladora oficial até "Triunfo do Amor" (Arquivo Pessoal)

Este foi o último trabalho da artista mexicana dublado pela exímia profissional brasileira. A voz de Ana Lúcia autenticou o rosto de Maite Perroni no Brasil. A maioria dos telespectadores lembra da atriz com a voz dela. Alguns folhetins estrelados por Perroni, ainda não exibidos pelo SBT, sequer foram dublados, e é claro, não passaram pela sonoridade da dubladora falecida em abril.

Novelas mais recentes protagonizadas pela atriz ainda não apareceram no Brasil (Televisa)

Se no futuro a emissora vier a transmitir "Antes Muerta Que Lichita" (2015), "Papa a toda Madre" (2018) e até mesmo a esquecida "Cachito de Cielo" (2012), nenhuma dessas histórias terá a voz de Ana Lúcia Menezes: uma perda irreparável na identidade construída pela artista durante anos em nosso país.

Perda de identidade

Incomparável e absolutamente condizente com a atriz, Ana Lúcia emprestou seu talento e ajudou a artista a eternizar personagens nas tardes do SBT. Maite ficou marcada na voz da dubladora como: Lupita em "Rebelde" (2005) , Malu em "Cuidado com o Anjo" (2008 Televisa / 2013 SBT), Lucrécia em "Meu Pecado" (2009 Televisa / 2014 SBT), "A Gata" (2014 Televisa / 2016 SBT) e "Triunfo do Amor" (2010 Televisa / 2020 SBT).

Destas, apenas "Cachito" e "Lichita" ainda não apareceram no SBT (Reprodução)

Decisão e presságio

Há menos de um ano, em julho de 2020, a Netflix estreou uma série pesada e diferente dos trabalhos convencionais da atriz; completamente destoante da imagem que ela construiu. "Desejo Sombrio" mostrou Perroni como uma advogada e professora universitária influente e respeitada, que decide viver que todas suas fantasias sexuais com um jovem de 23 anos.

Produtoras nacionais não quiseram a voz de Ana Lúcia neste trabalho da cantora. A vocalidade da dubladora era considerada muito infantil e imprópria para um personagem mais ousado. Isso até gerou uma confusão na época, por ela não ter sido chamada para emprestar seu talento à Maite desta vez.

Até então, "Desejo Sombrio" é o projeto mais ousado da carreira de Maite (Netflix)

Parecia um presságio... uma nova dubladora escolhida meses antes de Ana partir. Natália Alves foi a profissional selecionada para traduzir a professora universitária de "Desejo Sombrio". Possivelmente, ela deve ser a nova voz de Maite em trabalhos futuros que vierem a ser transmitidos pelo SBT ou por qualquer outra produtora no país.

Talentosa, Natália representou bem na série da Netflix, mas será de extrema estranheza para o público noveleiro, que acompanha as tramas mexicanas há 16 anos, ser apresentado a Maite Perroni com uma voz diferente da de Ana Lúcia.

Dubladora e dublada se encontraram pessoalmente há alguns anos

Fim

Aos 46 anos, a dubladora partiu marcando gerações e também a carreira de uma grande artista no Brasil. Quando for ao ar a última cena do último capítulo de "Triunfo do Amor", o público brasileiro já sabe que qualquer novidade da atriz mexicana anunciada em território nacional não contará com a inesquecível e eterna voz de Ana.

Um triste fim na parte mais importante da carreira de Maite Perroni no Brasil: a dramaturgia. Ponto que realmente consolidou a cantora no coração dos brasileiros. 

Cena final da novela "Triunfo do Amor" (Televisa)

Jornal Midiamax