MidiaMAIS / TV & Novela

Obra fechada: “Nos Tempos do Imperador” vai estrear já finalizada; entenda o que muda

Adiada há um ano, a novela das seis “Nos Tempos do Imperador” tinha estreia marcada para o dia 30 de março de 2020, substituindo o remake de “Éramos Seis”. Com a chegada da pandemia no Brasil, a Globo se viu obrigada a paralisar as gravações de todas as suas novelas, e esta, que vinha sendo […]

João Ramos Publicado em 20/03/2021, às 07h26 - Atualizado às 07h34

Selton Mello caracterizado como Dom Pedro II, protagonista da obra (Paulo Belote, TV Globo)
Selton Mello caracterizado como Dom Pedro II, protagonista da obra (Paulo Belote, TV Globo) - Selton Mello caracterizado como Dom Pedro II, protagonista da obra (Paulo Belote, TV Globo)

Adiada há um ano, a novela das seis “Nos Tempos do Imperador” tinha estreia marcada para o dia 30 de março de 2020, substituindo o remake de “Éramos Seis”.

Com a chegada da pandemia no Brasil, a Globo se viu obrigada a paralisar as gravações de todas as suas novelas, e esta, que vinha sendo rodada desde 2019, foi a que mais sofreu.

Por ser de época, os detalhes de produção são muito mais complicados. Interrompidas em março, as filmagens só voltaram em novembro e ainda não terminaram.

Essa pausa provocou baixas no elenco, mudança de roteiro e adaptações necessárias para viabilizar gravações na pandemia. Atores mais velhos, por exemplo, deixaram a trama por questões de segurança, e todas as suas cenas precisaram ser rodadas novamente.

O núcleo infantil cresceu e também precisou de adaptações, as quais a Globo não divulga.

A informação agora é de que a novela estreará em agosto, logo após o fim de “A Vida da Gente” e totalmente finalizada, tornando-se uma obra fechada. Isto é, a vontade e os gostos do público não vão interferir na novela.

Costuma-se fazer o primeiro mês ‘fechado’ e depois ir sentindo a recepção e escrevendo de acordo com as preferências do telespectador.

Se der certo e fizer sucesso, “Nos Tempos do Imperador” pode ditar um novo estilo de dramaturgia na Globo, fazendo as novelas deixarem de ser uma obra aberta e consequentemente apresentarem roteiros mais consistentes.

Jornal Midiamax