MidiaMAIS / TV & Novela

Não foi só Camila: confira 3 atrizes que já ‘tretaram’ com Walcyr Carrasco durante filmagens

Autor de “Verdades Secretas” detonou Camila após revelação de que ela não faz mais parte da novela

Nathália Rabelo Publicado em 17/11/2021, às 17h38

Walcyr Carrasco e Camila Queiroz rompem contrato de forma polêmica
Walcyr Carrasco e Camila Queiroz rompem contrato de forma polêmica - Foto: Reprodução/Instagram

A revelação de que Camila Queiroz está fora do elenco de “Verdades Secretas 2 chegou como uma bomba nesta quarta-feira (17), afinal, ela dá vida a uma das personagens principais, Angel. E, pelo que parece, a saída não foi tão pacífica assim, já que Walcyr Carrasco, autor da novela, declarou: “Por mim nunca mais pisa na Globo“.

De acordo com a emissora, o rompimento do contrato com Camila a aconteceu por causa de “demandas inaceitáveis”. As gravações da novela deveriam acabar na semana passada, mas protocolos sanitários rigorosos acabaram atrapalhando o andamento. No entanto, engana-se quem pensa se tratar da primeira vez que o roteirista está envolvido em alguma polêmica com atrizes, especialmente as protagonistas.

Taís Araújo

Quando interpretava Xica da Silva, em 1996, na TV Manchete, Taís Araújo também foi alvo de críticas de Carrasco por se recusar a fazer uma cena de sexo anal. Na última segunda-feira (15), Araújo relembrou o episódio com Carrasco, durante participação na entrevista de Zezé Motta no Roda Viva, da TV Cultura.

“Eu tinha de 17 para 18 anos, você [Zezé Motta] fazia a minha mãe. No momento em que neguei fazer uma cena de sexo anal, o Walter Avancini e o Walcyr Carrasco foram publicamente dizer que eu estava transformando a Xica da Silva numa Maria Chiquinha”, contou a atriz.

O relato que a atriz se refere foi publicado no caderno Ilustrado da Folha de S. Paulo no dia 26 de maio de 1997. O diretor Walter Avancini criticou na época a postura da atriz ao negar gravar a cena de sexo com o contratador João Fernandes (Victor Wagner).

"Ela fez exatamente o que eu não queria. Se negou a fazer uma Xica da Silva sensual porque queria se mostrar para a Globo. Preferiu ser uma 'Maria Chiquinha' a ser uma Xica da Silva, feminista e revolucionária. Ela tem talento, mas na Globo vai ser coadjuvante ", disse ele na época.

No entanto, o autor rebateu ontem (16), a revelação de Taís Araújo e disse que nunca escreveu uma cena de sexo na remontagem de Xica da Silva de 1996, da qual Araújo foi protagonista.

Marina Ruy Barbosa

A relação de Marina Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco também não é a das melhores. O autor confessou que 'matou' a personagem de Marina na novela “Amor à Vida”, exibida em 2013 na Globo, porque ficou incomodado com uma atitude da atriz. Na trama, a ruiva vivia uma jovem com câncer e gerou polêmica ao se recusar a raspar o cabelo – como foi feito com Carolina Dieckmann na clássica cena de “Laços de Família”.

Durante uma live no Instagram da revista Caras, Walcyr Carrasco contou que antes de começar a novela a atriz teria dito que rasparia o cabelo, mas acabou desistindo enquanto a trama estava no ar. Sem saída, a atitude do autor foi matar a personagem e transformá-la em um fantasma.

“Quando ela aceitou o papel, ela tinha combinado que cortaria o cabelo. Tinha combinado verbalmente que cortaria quando aceitou o papel. Ela foi fazer o papel e a história [do corte] foi chegando. Ela não avisou com tanta antecedência que não ia cortar”, contou Walcyr. “Se ela tivesse, a certa altura, avisado com muita antecedência, eu teria sabido orientar a história para outro lugar”, acrescentou.

A ruiva resolveu se pronunciar sobre o assunto novamente e garantiu que sua decisão, na época, foi bem pensada.

"Não foi uma decisão irresponsável, muito menos leviana. Após uma longa conversa com a direção da emissora da época, chegamos juntos a essa conclusão, de que não fazia sentido pela forma como tudo estava sendo tratado [...] Uma pena que na época não tive 'acesso' e não pude falar diretamente com o autor. Uma pena não ter tido a chance de conversar e entender o que se passava na cabeça do Walcyr", disse Marina.

Cláudia Raia

Um dos grandes nomes da telinha, Cláudia Raia só fez uma novela do roteirista, apesar de carregar no currículo o sucessos televisivos de vários outros. A primeira – e única – trama de Walcyr interpretada pela atriz foi "Sete Pecados", de 2007.

Apesar de pouco ter sido revelado na época da polêmica, Raia fez algumas confissões no seu livro autobiográfico intitulado "Sempre Raia um Novo Dia" e lamenta ter participado da novela de Carrasco. “Uma novela em que nada deu muito certo", "teve erro de escalação, excesso de personagens, papeis confusos".

A treta mais ‘quente’

Pelo visto, Walcyr Carrasco não quer mais ver Camila Queiroz pintada de ouro. “Por mim, Camila Queiroz nunca mais pisa na Globo”, disse ele ao saber que a atriz fez exigências para fazer uma extensão do seu contrato e gravar as cenas finais de Verdades Secretas 2, segundo o site Metrópoles.

Semana passada, em seu último dia de gravação da novela, a atriz faltou ao trabalho e apresentou um atestado médico para justificar a ausência. Mas este era o último dia do seu contrato com a Globo e a emissora teria que fazer uma extensão para que ela pudesse gravar o desfecho de Angel.

Camila, então, quis colocar em contrato a alteração do fim da personagem e disse que não concordava com o desfecho criado por Walcyr Carrasco. Na história, Angel morre e Camila não concordou com o fim.

A atriz exigiu ainda que Angel estivesse assegurada na terceira temporada da série, que é sucesso no Globoplay. Nem o autor, nem a emissora concordaram com as exigências de Camila e preferiram demitir a atriz.

Jornal Midiamax