MidiaMAIS / TV & Novela

Ministério da Justiça toca o terror no SBT e faz marcação cerrada para proteger crianças

De novela infantil a Programa Silvio Santos: órgão fiscalizador mudou tudo no SBT

João Ramos Publicado em 02/09/2021, às 11h02

Nem dono da emissora escapou do MJ
Nem dono da emissora escapou do MJ - (Foto: SBT)

Julho e agosto não foram meses fáceis para o SBT no crivo do Ministério da Justiça. A Coordenação de Política de Classificação Indicativa, subordinada ao órgão, esteve de marcação cerrada com o canal de Silvio Santos e promoveu vários ajustes na "liberação" de programas.

Dando início à espantosa onda de reclassificações, a primeira "vítima" do MJ foi a novela mexicana "Coração Indomável". De acordo com a Coordenação de Classificação Indicativa, um "cidadão" denunciou o folhetim ao Ministério por suas cenas "impróprias" exibidas no período vespertino, quando crianças estão na frente da televisão.

Protagonista é humilhada e come lama no folhetim
Protagonista é humilhada e come lama no folhetim

"Considerando que em 20 de maio de 2021, por meio de correio eletrônico, chegou a esta Coordenação de Política de Classificação Indicativa uma denúncia de cidadão, contestando a adequação da classificação indicativa em vigência até então", disse o documento ao justificar o acato ao pedido, em 5 de julho.

Diante da denúncia, reclamando do conteúdo da obra, afirmando ser incondizente com a faixa etária apresentada, o Ministério da Justiça reclassificou a exibição de "Coração Indomável" nas tardes do SBT como não recomendada para menores de 14 anos, diferente do que acontecia na classificação anterior, quando a trama não era recomendada para menores de 10 anos.

Mocinha se vinga e faz vilã que a humilhou comer lama
Mocinha se vinga e faz vilã que a humilhou comer lama

De acordo com o despacho publicado no Diário Oficial da União, o folhetim apresenta cenas que não se enquadram com a classificação para a faixa etária dos dez anos. 

Não parou por aí

Em 11 de agosto, foi a vez de "Chiquititas" ser intimada pelo Ministério. A novelinha infantil cheia de nuances perversas entre as crianças chegou a mostrar uma tentativa de assassinato entre Marian (Julia Gomes) e Mili (Giovanna Grigio). Como se não bastasse, Marian foi responsável por um acidente que deixou Mili cega na trama.

Já de olho na programação da emissora, o Ministério da Justiça, então, aumentou para 12 anos a classificação indicativa de "Chiquititas". Antes da determinação, a produção contava com a classificação "livre para todos os públicos".

Cenas pesadas e absolutamente impróprias levaram à classificação
Cenas pesadas e absolutamente impróprias levaram à classificação

A nova análise afirma que a novela apresenta elementos com "conteúdo inadequado com criança ou adolescente", por ter tendências de maior relevância como ato violento, descrição de violência, exposição ao perigo, agressão verbal, lesão corporal e presença de sangue.

Nem Silvio Santos escapou

Após marcação cerrada com as telenovelas exibidas pelo canal, o alvo da vez, no final de agosto, foi o "Programa Silvio Santos" — carro-chefe dos domingos na emissora.

A atração teve sua classificação indicativa alterada pelo órgão, que avaliou o programa como impróprio para menores de 12 anos. Até então, a faixa etária era "não recomendado para menores de 10 anos".

Comportamentos do dono da emissora em sua própria atração foram reprovados
Comportamentos do dono da emissora em sua própria atração foram reprovados

Linguagem chula

De acordo com informações divulgadas pela colunista Patrícia Kogut, do Jornal O Globo, foram constatadas tendências de maior relevância como ato violento, agressão verbal, estigma/preconceito, linguagem chula, linguagem de conteúdo sexual, entre outras.

Em sua decisão, o ministério informou que o próprio SBT pediu a readequação do "Programa Silvio Santos" após a emissora ser notificada pelo conteúdo mencionado acima.

Outro dramalhão mexicano foi reclassificado
Outro dramalhão mexicano foi reclassificado

Mais novela

Consagrada com excelente audiência nas tardes do SBT de segunda a sexta-feira, a novela mexicana "Amores Verdadeiros" foi reclassificada pelo Ministério da Justiça junto com a reclassificação do "Programa Silvio Santos". 

O folhetim teve sua classificação alterada para "não recomendada para menores de 14 anos". O Ministério da Justiça entende que Amores Verdadeiros é composta por "violência, drogas lícitas e conteúdo sexual, com recomendação de exibição a partir das 21h".

Hoje, placas são meramente ilustrativas
Hoje, placas são meramente ilustrativas

Proteger crianças

O zelo excessivo aconteceu em maior peso e exclusividade no SBT. A preocupação em estabelecer classificações mais duras aponta para um esquema de "proteção" às crianças, já que a nova indicação sugere, com ênfase, que os conteúdos não são adequados para menores de 14 anos. No caso de "Chiquititas", feita para a criançada, ela passou a não ser recomendada para quem tem menos de 12 anos de idade — justamente o público-alvo da novela.

Meramente ilustrativas, as classificações indicativas, na prática, não alteram em nada a exibição dos programas. Em outras épocas, eles seriam obrigados a se adequar ou mudar seus horários. Hoje, a placa com a idade é só um aviso.

Jornal Midiamax