MidiaMAIS / TV & Novela

Maju é obrigada a se desculpar após dizer no JH que ‘o choro é livre’ para lockdown

Tudo começou na edição de terça (16) do Jornal Hoje, quando a apresentadora do telejornal, no improviso, soltou o termo ‘o choro é livre’ ao vivo durante o noticiário, insinuando que as pessoas que são contra o lockdown poderiam chorar a vontade porque, segundo ela, especialistas são unânimes que essa é uma medida indispensável agora […]

João Ramos Publicado em 18/03/2021, às 16h54 - Atualizado às 17h08

None

Tudo começou na edição de terça (16) do Jornal Hoje, quando a apresentadora do telejornal, no improviso, soltou o termo ‘o choro é livre’ ao vivo durante o noticiário, insinuando que as pessoas que são contra o lockdown poderiam chorar a vontade porque, segundo ela, especialistas são unânimes que essa é uma medida indispensável agora para conter a circulação do vírus. Assista:

Em nota, a Globo se posicionou a favor da fala da apresentadora. “Maria Julia Coutinho quis dizer que, por mais amargas que sejam, as medidas de isolamento social são necessárias. Sobre a dor daqueles que precisam manter seus negócios fechados, assunto abordado no Jornal Hoje desta quarta-feira, Maria Julia Coutinho disse ao final da reportagem: ‘Desejo também agilidade do governo e do Congresso para atender os empresários e também as famílias que estão aguardando auxílio emergencial’”., minimizou a emissora na nota enviada a Leo Dias.

Nesta quinta (18), após toda a repercussão, Maju se viu obrigada a pedir desculpas ao vivo durante o jornal. “Anteontem [16], para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei no improviso uma expressão infeliz, que precisava de um complemento para deixar bem claro o que eu queria dizer. Eu falei o seguinte: ‘o choro é livre’. Quis dizer que, por mais amargas que sejam as medidas de isolamento, elas são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde”, se explicou ela.

Jornal Midiamax