MidiaMAIS / TV & Novela

Esquema 1 em 4: Record espreme Gênesis até o caroço e faz milagre para novela ir até dezembro

De Adão e Eva à José do Egito, folhetim completará 12 meses no ar

João Ramos Publicado em 23/09/2021, às 11h28

150 capítulos estão sendo transformados em mais de 200
150 capítulos estão sendo transformados em mais de 200 - (Fotos: Record TV)

No ar desde o dia 19 de janeiro de 2021, "Gênesis" está longe de ter seu fim exibido pela Record TV. Inicialmente prevista para terminar em agosto, com 150 capítulos, a trama vem sendo esticada ao máximo e a emissora faz o que pode para estender os episódios.

De fato, conforme os roteiros vazados para a imprensa, "Gênesis" só teve 150 capítulos escritos, mas já se encontra no episódio de número 177. Como isso é possível? Simples, transformando cada capítulo em quatro, com truques de edição, demoras propostas pela direção e menor tempo de arte diário.

Assim, a Record TV faz o milagre de espremer uma obra inédita de 150 capítulos estendendo-a para além dos 200. Cenas escritas originalmente para o capítulo 127 só foram ao ar no 173, semana passada. Dessa forma, o canal segura público e ganha tempo para começar os trabalhos da próxima trama a ocupar a faixa.

Quando "Gênesis" estreou, em janeiro de 2021, rumores afirmavam que a Record TV pretendia esticar o folhetim para mais de 200 capítulos, quando, até então, a previsão era de 150 episódios. Telespectadores se perguntavam: "como a Record vai conseguir transformar esse pedaço da Bíblia em tudo isso?", principalmente pelo fato das principais passagens de "Gênesis" não terem durado duas semanas no início do folhetim.

Ninguém acreditava que a emissora fosse levar o rumor adiante, e muito menos oficializar os 200 capítulos, por vários fatores. Dentre eles, a pandemia como impedimento para gravações ágeis de tantos episódios, além do próprio esgotamento da história. Nem a Globo, nem o SBT, nem qualquer outro canal se arriscou em projetar uma frente tão extensa para ser rodada em meio à crise do coronavírus.

A nova previsão indica que a novela bíblica ficará no ar até meados de dezembro, há poucos dias de completar um ano em exibição.

Jornal Midiamax