MidiaMAIS / TV & Novela

Polícia do Rio vai até a casa do ‘BBB’ para apurar agressividade de Marcos

Família de Ieda também afirmou que pedirá afastamento do médico

Daiane Libero Publicado em 10/04/2017, às 20h26

None
034223.jpg

Família de Ieda também afirmou que pedirá afastamento do médico

A Polícia Civil do Rio de Janeiro esteve na tarde desta segunda-feira (10), na casa do Big Brother Brasil, com o intuito de apurar a conduta do participante Marcos, namorado de Emilly que e acusado de agressão contra a sister.

A informação foi confirmada pela delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, após apresentação de denuncia contra o cirurgião plástico. “A delegada Viviane já está na Globo para ouvi-lo e estamos com um perito à disposição para fazer um exame na Emilly. Conseguimos achar um vídeo em que ele aparece segurando o cotovelo e existe uma marca no braço dela. Diante disso, já temos indício", afirmou Noeli. 

"Conseguimos instaurar inquérito. Dependendo do laudo do perito e do que está lá no vídeo, já é uma prova bem contundente e até o fim do dia já teremos uma decisão sobre as medidas protetivas”, revelou. Se medidas protetivas forem adotadas Marcos poderá deixar o programa a qualquer momento. A Globo ainda não se manifestou sobre o caso.

Marcos X Ieda

A família da sister Ieda, 70 anos, a mais velha no confinamento, também mostrou preocupação em relação a Marcus. Em uma discussão entre os dois no sábado (8), a aposentada chegou a pedir medicamentos para pressão.

A família da sister, portanto, afirmou nesta segunda-feira (10) que farão um pedido formal à produção para que Marcos seja afastado de Ieda até o fim do confinamento. "Contra o participante Marcos, amanhã entraremos com um representação contra o programa e um pedido de liminar p o afastamento da Ieda!", dizia o perfil oficial da gaúcha na rede social, administrado por sua família.

Jornal Midiamax