MidiaMAIS / TV & Novela

Caio Blat sai em defesa de José Mayer: ‘não houve intimidação’

'Ele não representa ameaça a ninguém'

Diego Alves Publicado em 04/04/2017, às 23h50

None
caio.jpg

'Ele não representa ameaça a ninguém'

O Centro Cultural Branco do Brasil do Rio é palco na noite desta terça-feira para o evento de lançamento de “Os Dias Eram Assim”, próxima supersérie das onze da Globo. Durante o evento, Caio Blat, que vai viver o jovem idealista Túlio na trama que estreia em abril, conversou com o Glamurama a respeito do assunto do momento: a acusação feita pela figurinista  Susllem Meneguzzi Tonani a José Mayer por assédio sexual.

“Não estou sabendo dessa decisão de afastá-lo, mas não acho certa”, disse o ator. “José Mayer é uma pessoa que a gente conhece. A declaração que ele deu hoje foi brilhante. A forma como ele se colocou foi perfeita. Ele não representa ameaça a ninguém. Fez uma brincadeira fora de tom, e na presença de outras pessoas. Não houve intimidação”. E se fosse com a sua mulher, Caio? “A Maria passa por isso diversas vezes, me conta. Ainda faz parte da nossa cultura. Ainda mais quando existe uma relação hierárquica. Existe essa tomada de consciência e a mobilização de hoje foi importante. Uma brincadeira que talvez as pessoas estejam acostumadas porque sempre foi assim. A campanha foi muito legal, todo mundo se engajando. Existe essa questão de outras gerações”, completou.

* Na noite, Glamurama também tentou conversar sobre o assunto com Susana Vieira, de uma geração próxima a de José Mayer, e ela se recusou. “Estou aqui para falar da minha personagem. Essa palavra [assédio] não vai sair da minha boca hoje. Sim, eu comecei em uma época mais machista, de preconceito. Achavam que TV era ambiente imoral, de prostituição. Minha carteira de trabalho era concedida pela polícia, como a das prostitutas. Mas não aconteceu nada de triste comigo. Namorei só quem eu quis e não vou falar sobre isso.”

Jornal Midiamax