MidiaMAIS / TV & Novela

Adriana Araújo, jornalista da Record, fala sobre assédios que teria sofrido no Congresso

Profissional não citou nomes nem cargos

Daiane Libero Publicado em 10/08/2017, às 19h55

None

Profissional não citou nomes nem cargos

Respeitada e com prestígio na emissora em que trabalha, Adriana Araújo conquistou seu espaço fixo na bancada do principal telejornal da Record. Antes disso, no entanto, a jornalista passou por constrangimentos e episódios de violência, conforme ela mesma contou a Fábio Porchat nesta segunda-feira (7).

Na conversa, Adriana relatou que, quando era repórter e fazia a cobertura do mensalão, em 2005, foi assediada sexualmente no Congresso Nacional.

Adriana Araújo, jornalista da Record, fala sobre assédios que teria sofrido no Congresso

Antes de ir embora, segundo o relato, ela ainda finalizou: “Falei para que ele nunca mais se aproximasse de mim”, descreveu a jornalista.

Jornal Midiamax