Orquestra de projeto social arrecada instrumentos para realizar sonho de jovens em Campo Grande

O projeto da Fraternidade sem Fronteiras atende crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social em Campo Grande
| 07/12/2021
- 20:30
A 'Orquestra Filarmônica Jovem Emmanuel' atua em Campo Grande
A 'Orquestra Filarmônica Jovem Emmanuel' atua em Campo Grande - (Foto: Divulgação)

A Orquestra Filarmônica Jovem Emmanuel, do Projeto da Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF), começou uma campanha para arrecadação de novos instrumentos musicais após receber novos alunos e ampliar os polos de aulas.

De acordo com os organizadores, a campanha pretende arrecadar: 10 Violinos, 4 trompetes, 3 trombones, 2 Saxofones alto, 2 Saxofones Tenor, 2 Clarinetes Sib, 6 Violas Clássica, 2 Contrabaixos, 4 Violoncelos e 2 flautas transversais. 

Interessados em aderir à campanha, devem entregar os instrumentos na Sede da FSF, localizada na rua Praia da Pituba, 53, Jardim Autonomista - Campo Grande - MS, no horário entre 8h e 17h. Doações financeiras para a aquisição dos produtos também podem ser feitas por este link.

"A Orquestra evoluiu e mais crianças e jovens vão chegando e nós precisamos dar o aporte logístico para recebê-los. Por isso, necessitamos de instrumentos para poder fomentar cada vez mais e ampliar os horizontes da educação musical a eles”, afirma o Maestro Orion Cruz, coordenador da Orquestra.

Orquestra Filarmônica Jovem Emmanuel

Atualmente, 92 alunos fazem aulas de música com instrumentos de cordas (violino, viola de arco, violoncelo e contrabaixo) e sopro (flauta, clarinete, trompete e saxofone). Todos os materiais e instrumentos são oferecidos de graça pelo projeto. Em 2021, as aulas presenciais retornaram respeitando todas as medidas de biossegurança.

Já a FSF é uma Organização humanitária e não-Governamental com sede em Campo Grande (MS) e atuação brasileira e internacional. A instituição possui 68 polos de trabalho, mantém centros de acolhimento, oferece alimentação, saúde, formação profissionalizante, educação, cultivo sustentável, construção de casas e ainda, abraça projetos de crianças com e doença rara.  

Veja também

Últimas notícias