O cantor , vítima de um grave acidente de carro na última semana, deu sua primeira entrevista desde que foi hospitalizado. Em declaração ao “Fantástico”, da TV Globo, exibido neste domingo (10), o cantor recordou os momentos de tensão que vivenciou e relatou ter pensado que iria morrer queimado no veículo.

“Lembro da sensação, do medo, da primeira pancada que o carro sofreu. Lembro do meu grito e dos gritos das pessoas que estavam nos outros carros. Tentava abrir a porta e não conseguia. Aquela fumaça foi entrando, aquele cheiro. Pensei: ‘Meu carro vai pegar fogo. Vou morrer queimado aqui dentro'”, disse Zé Neto.

O cantor ainda comentou que o motorista do caminhão foi quem o ajudou a sair dos destroços de seu veículo. “Ele foi até o carro e ficou me ajudando. Depois, conseguiu entortar a porta, e me puxou para fora. Caí zonzo por conta da pancada e vomitei bastante. Minha boca estava sangrando demais”, contou.

“Do carro, não sobrou nada. Mas logo, logo de volta aos palcos para levar e levar alegria, que é o que a gente sabe fazer”, afirmou Zé Neto.

Vale lembrar que o sertanejo fraturou três costelas e sofreu um corte no braço após o acidente de carro na BR-153, em Minas Gerais. O veículo do cantor bateu em um caminhão e mais três carros. Apesar da gravidade, nenhum óbito foi registrado.