Encerrando o ano com chave de ouro, Taylor Swift comemora, nesta quarta-feira (6), o título de ‘Pessoa do Ano’ de 2023, pela revista americana ‘Time’. O anúncio foi feito pela artista em suas redes sociais, com a divulgação de três capas com fotos da cantora.

Fazendo uma retrospectiva do ano para Taylor, 2023 foi marcado pelo lançamento de regravações de alguns álbuns após ter perdido os direitos comprados por seu antigo empresário, em 2019.

“Esse ano, Taylor Swift lançou as regravações de parte de ‘Speak Now’ e ‘1989’ – um projeto de anos para recuperar a propriedade de seu trabalho. Ela enquadra a estratégia como um mecanismo de enfrentamento”, declarou a revista ao fazer o anúncio.

Além disso, a cantora rodou diversos países (em 2024 tem mais), com sua ‘Eras’, que movimentou milhares de pessoas (e dólares).

Segundo a revista que deu o título para a cantora, Taylor encontrou na turnê, uma maneira de transcender as fronteiras de um mundo dividido e se tornou uma grande “fonte de luz” devido o seu dom de mexer com as pessoas. Ao veículo, a cantora refletiu sobre o que viveu ao longo do ano, período decisivo para sua carreira. “Pela primeira vez na minha vida fui mentalmente forte o suficiente para aguentar o que vem com isso”, afirmou ela.

“Eu sabia que essa turnê era mais difícil do que qualquer coisa que eu já tinha feito antes. [Os fãs] tiveram que trabalhar muito para conseguir os ingressos. Eu queria fazer um show que fosse mais longo do que eles imaginavam”, explicou ela, que revelou terem sidos necessários 6 meses de ensaio para garantir apresentações impecáveis.

Sua preparação para a turnê incluiu um novo programa de condicionamento físico, além de aulas de coreografias com Mandy Moore, que foi uma recomendação de sua amiga Emma Stone, que trabalhou com a coreógrafa em ‘La La Land’.

A cantora também revelou como tem sido seus momentos de descanso após encerrar sua turnê em 2023, em , no final de novembro. “Eu não saio da cama a não ser para pegar comida e levo para a cama e como lá. É um de sonho. Mal consigo falar porque estou cantando há três shows seguidos. Cada vez que dou um passo, meus pés fazem barulho, barulho, barulho de tanto dançar de salto alto”, relatou.

A turnê e os relançamentos de seus álbuns se tornou algo histórico. Neste ano, a cantora emplacou três álbuns no topo das paradas de sucesso e seu filme ‘The Eras Tour’ se tornou o maior recordista do gênero. Conforme a revista ‘Forbes’, Taylor se tornou a primeira pessoa a ter uma fortuna de mais US$1 bilhão graças exclusivamente ao seu trabalho artístico.

A cantora foi nomeada ‘Pessoa do Ano’ em 2017 devido a sua coragem ao relatar os abusos sexuais que sofreu. Assim, ela se torna a primeira mulher nomeada pela revista mais de uma vez.

Apesar das polêmicas que envolvem seu nome, como a de Ana Clara Benevides durante seu primeiro show no Brasil e a expressiva contribuição de suas viagens de jatinho para a emissão de CO2, a ‘Time’ afirma que a turnê de Taylor simboliza o poder de influência dos Estados Unidos.

Saiba Mais