Solimões, da dupla sertaneja com , afirmou não tratar de forma diferente o filho, Gabriel Felizardo, por causa de sua sexualidade. Em entrevista a um podcast, o cantor afirmou que já sabia que o herdeiro era desde os oito anos e frisou que não pode interferir, respeitando as escolhas que ele fez e faz.

“Ele é meu filho, eu não trato ele diferente. Eu aceitei, desde quando ele criança, que ele era gay. Tomei pra mim que ele era gay. Ele queria brincar de boneca, quando tinha um ou dois anos, e eu falava que era brinquedo de mulher”, lembrou Solimões.

O comportamento do filho na foi descrito na entrevista. “A gente saía, ia pra roça fazer estradinha na terra e quando eu via, ele tava brincando de carrinho, com a bonequinha embaixo do braço. Eu achava que tinha que ter alguma influência, mas tem coisas que não têm como mudar”, contou.

Os comentários maldosos não o afetam, afirmou ainda. “Para dois ou três que são contra, eu não dou resposta. Não tenho que ficar com coisa do que não podemos mudar, né? A realidade é que ele é meu filho, não vou tratar ele diferente”, pontuou.

Gabriel, que também é cantor e usa o nome artístico de Gabeu, brincou nas com as declarações do pai: “Não me trata diferente por ser gay, mas se eu errar algum verso do Milionário e José Rico, eu sou expulso de casa na hora”, riu.

Com informações de Contigo!

Saiba Mais