Hugo Gross, presidente do Sindicato dos do e famoso por participações em novelas da Globo, expôs o passado do ator Rômulo Estrela, em seu início de carreira como ator. De acordo com Hugo, o protagonista da novela “Travessia” “não sabia nem falar”.

“Eu tinha um curso que eu viajava o Brasil e ele não sabia nem falar… Em São Luís do Maranhão, a dele me ajudou muito na cidade, a dona Estrela. Era um curso livre, de intepretação pra TV e teatro, mas eu não prometia nada. O aluno assinava um documento que dizia que eu não dava registro profissional e nem colocação em algum grupo de teatro ou emissora de televisão”, contou Hugo Gross.

O problema é que, alguns anos depois, quando Rômulo Estrela já era conhecido na telinha, ele teria recusado um favor de Hugo Gross. “Eu fiz uma festa com bateria da Grande Rio, grupo de pagode, lá na Tijuca, e pedi pro Rômulo ir lá, pra ‘dar um chantily’, e ele falou assim: ‘Poxa Hugo, muito obrigado, mas eu tenho que concentrar aqui, são cinco horas’… Nunca mais me ligou”, entregou o presidente do sindicato.

“Eu acho que esses altos e baixos tem que acabar. Eu não sou assim na minha vida. Tudo na vida passa, inclusive a vida… Tem que ter política, tratar as pessoas bem e lembrar das origens”, criticou Gross.

Por fim, o presidente do sindicato ainda frisou: “O Rômulo Estrela, eu o ajudei a ser ator. Eu ajudei, sim. Tenho fotos dando aula pra ele”, afirmou.

Confira a entrevista:

Saiba Mais