Na última terça-feira (22), foi ao ar mais um episódio de Brasil, no entanto, ninguém contava com o climão que estava prestes a se instaurar entre a jurada Helena Rizzo e o chef convidado, Alex Atala.

Isso porque, durante a sua participação na prova de eliminação, o chef tirou um tempinho para elogiar os três jurados, mas, quando chegou a vez de citar Helena, ele destacou um assunto que nem era pauta no momento e que tocou em uma “ferida” antiga da jurada: sua beleza e vida de modelo.

Ao direcionar a palavra à Helena, Alex mencionou o início da chef no mundo da gastronomia.

“Uma mulher linda que entrou na cozinha e todo mundo falava que não ia dar certo porque ela era uma mulher linda, ela era modelo. E ela no passinho pequeno, no seu jeitinho, roubou a cena”, disse Alex. “Eu me apaixonei”, acrescentou.

“Enfrentei misoginia e machismo”, afirma Helena Rizzo

Um dia após a edição do programa ir ao ar, Helena Rizzo se manifestou em suas redes sociais, ao que muitos internautas prestaram apoio a Chef, eleita dois anos consecutivos a melhor chef do mundo.

“Cozinho profissionalmente desde os 18 anos. Saí de casa aos 17, quando ainda trabalhava como modelo. Não dá pra contar as inúmeras vezes em que enfrentei misoginia e nesses ambientes de trabalho, as diversas vezes que me senti incomodada e que o ‘melhor' que podia fazer, era dar aquele sorrisinho constrangedor com o canto da boca e seguir em frente”, desabafou.

“Fomos condicionadas, na minha geração, a normalizar os assédios, a jogá-los pra baixo do tapete e seguir adiante. Sempre fiz isso, sem perder o foco de quem eu era, e do caminho que queria percorrer. Sem guardar mágoa… sem grandes cicatrizes, a não ser as marcas nos braços de cortes e queimaduras”, contou.

“É triste constatar que em 2023 continua tudo igual (se não pior), com a única diferença de que hoje, detectamos esse tipo de situação mais facilmente, e podemos nos expressar com maior acolhimento (nem sempre). Respeitem nosso corre, intelecto, capacidade e multiplicidade!”, finalizou.

Chef Alex Atala pede desculpa

Após a publicação de Helena Rizzo, o chef Alex Atala decidiu se manifestar nas redes sociais e pedir desculpa pelas palavras.

“Não importa o que eu diga, não será suficiente para desfazer uma ferida que eu provoquei. E mesmo sem saber o que dizer e correndo o risco de ser mal-compreendido, preciso tentar. Devo isso à minha amiga @helenarizzo. E devo isso publicamente. Fui infeliz ao ressaltar apenas a beleza da Helena para falar da beleza da cozinha. A importância da Helena para a brasileira é gigante e não está, nem de longe, ligada a sua beleza.

Ela foi eleita a melhor Chef do Mundo por duas vezes, ganhou uma infinidade de prêmios nacionais e internacionais, é a única mulher brasileira a receber uma estrela do guia Michelin. É dona de uma técnica impossível de se reproduzir. Tem a sensibilidade para inovar e também para valorizar o simples. À frente do Maní, um dos melhores e mais inovadores restaurantes do mundo, encanta com suas criações.

É admirada e querida por todos que gostam de cozinhar e de comer bem. Eu tentei mostrar que, para chegar onde chegou, ela precisou superar o preconceito em relação a uma mulher bonita na cozinha. E superou.

Quis mostrar que a Helena não precisou “apenas” ser uma cozinheira genial, ela teve que vencer preconceito, machismo. Um machismo tão desgraçado que está tão impregnado que se manifestou em mim sem eu sequer perceber. Magoei uma amiga e muitas mulheres. Tenho que melhorar muito. Hoje eu só posso pedir desculpas”, declarou.