Patricia Pillar deve ser indenizada em R$ 25 mil após ofensas na web

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que cinco homens paguem R$ 5 mil a atriz por conta de xingamentos; diz coluna
| 09/02/2022
- 21:00
Patricia Pillar deve ser indenizada em R$ 25 mil após ofensas na web
(Foto: Reprodução)

Patricia Pillar deve receber R$ 25 mil reais em indenizações após receber ofensas e xingamentos na web nos últimos anos. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que cinco homens devem pagar R$ 5 mil cada por comentários que fizeram sobre a atriz na em 2016 e 2019. Ainda cabe recurso. As informações são da coluna de Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Em suas redes sociais, Patricia compartilhou a publicação sobre as indenizações e vibrou com a decisão: "A internet não pode ser um espaço de violência e impunidade."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Patricia Pillar (@patriciapillar)

 

À Folha, seu advogado João Tancredo deu mais detalhes sobre os casos, que foram julgados em dois processos diferentes.

No primeiro deles, de 2019, Patricia recebeu xingamentos como "vaca" após elogiar um gol do jogador Arrascaeta no durante um jogo do Flamengo. Em outro post, a atriz foi chamada de "anta velha" ao criticar Abraham Weintraub, então ministro da Educação. "A lista de xingamentos é extensa e repleta de misoginia", afirma o advogado.

No outro processo, foram analisados posts de 2016 no Facebook, em que internautas acusaram Patricia de "vender seu caráter" para "tomar um dinheirinho da Rouanet".

Em ambos os casos, a juíza Marcela Sacchi da Silva afirmou que os réus "extrapolaram o limite" da liberdade de expressão "ao proferirem respostas com diversas ofensas" que não tinham ligação com os posts da atriz nas redes sociais.

O advogado afirmou que há "uma pilha" de outras ações do tipo movidas pela atriz que aguardam sentença.

Veja também

O disco já está nas plataformas digitais desde sexta-feira, 24, e saiu também no formato físico, em CD

Últimas notícias