A cantora Gretchen decidiu se pronunciar nas redes sociais e se explicar após ser acusada de desrespeitar as leis e a cultura do Catar, país que sedia a Copa do Mundo. No final de semana, a artista ressaltou que “não é nada disso que estão falando”.

“Eu não causei dançando, abalando as leis do Catar… Pra quem não sabe, eu vou explicar pra vocês como são as leis aqui antes de começar o jogo, para vocês entenderem e não verem a notícia como errada, tá?”, iniciou Gretchen.

Em seguida, ela detalhou o que estava acontecendo no vídeo em que repercutiu dançando na rua no Catar. “Antes de a gente chegar perto do local da copa tem vários grupos de dança tocando funk, tocando samba, música indiana, tocando músicas do mundo inteiro com pessoas dançando. Desde que nós chegamos no local, em vários lugares paramos pra dançar, eu e todo o grupo que está aqui…”, continuou.

“Então eu não desafiei as leis do Catar como estão dizendo, não fui dançar conga com eles, eu simplesmente dancei com a banda em volta do estádio, assim como muita gente daqui estava dançando…”, garantiu, afirmando ainda que tudo não passa de boatos.

Ainda sobre os comportamentos no país, Gretchen destacou, em entrevista ao Na Telinha, que ela e o marido estão proibidos de demonstrar carinho em público. “A gente pode andar de mãos dadas porque somos casados, mas a gente não pode abraçar, nem beijar, trocar carinhos em público”, disse ela ao NaTelinha.

“De resto, tudo normal, até porque a gente não tem o costume de fazer esse tipo de coisa em público. Então, para nós, foi muito tranquilo”, finalizou Gretchen.