MidiaMAIS / Famosos

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas

A revista Vogue anunciou que irá publicar uma nova capa, mais formal, com a primeira mulher negra eleita vice-presidente Kamala Harris

Carlos Yukio Publicado em 21/01/2021, às 10h04

None
Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas

Criticada por uma capa com Kamala Harris vestindo jeans e tênis, o que muitos consideraram falta de respeito, a revista Vogue anunciou nesta terça-feira (19) que irá publicar uma nova capa, mais formal, com a primeira mulher negra eleita vice-presidente dos Estados Unidos.

Uma edição limitada com a nova capa irá celebrar “um momento histórico” na quarta-feira (20), data da posse do novo presidente americano, Joe Biden, anunciou a revista no Instagram.

A edição impressa da Vogue de fevereiro, lançada neste mês, recebeu uma onda de críticas por causa da foto escolhida para retratar Kamala. Alguns questionaram por que ela aparecia vestida de forma informal, de tênis e calça jeans pretos e blazer. Outros lamentaram a iluminação e disseram que o rosto da nova vice-presidente parecia “branqueado”.

Uma outra foto, mais formal, havia sido descartada para a tiragem impressa e foi usada apenas na edição digital. Esse retrato será a capa da tiragem impressa limitada sobre a posse do novo presidente.

“Essa é a edição que quero comprar. Kamala aparecendo como a mulher poderosa e digna que é”, comemorou uma seguidora da revista no Instagram. Ambos os registros foram feitos pelo americano Tyler Mitchell, que em 2018 tornou-se o primeiro fotógrafo negro a produzir uma capa para a Vogue, ao retratar a cantora Beyoncé.

Após as críticas, a diretora da revista, Anna Wintour, afirmou que nunca foi sua intenção minimizar a importância “da incrível vitória de Kamala”. A vice-presidente eleita não reagiu à polêmica, mas fontes do seu entorno declararam à imprensa americana que a escolha da foto informal as pegou de surpresa.
Durante os protestos do movimento Black Lives Matter, Anna Wintour foi acusada de não dar espaço suficiente a estilistas ou fotógrafos negros na revista.

Jornal Midiamax