MidiaMAIS / Famosos

SBT demite youtuber Raulzito após acusações de estupro de crianças e adolescentes

De acordo com as investigações, os principais alvos eram menores de idade entre 10 e 14 anos, que tentavam entrar na TV

Nathália Rabelo Publicado em 28/07/2021, às 14h44

Influencer Raulzito
Influencer Raulzito - Foto: Reprodução/Instagram

O SBT demitiu o apresentador e streamer Raulino de Oliveira Maciel, conhecido como Raulzito. Ele foi preso na manhã de terça-feira (27), em Florianópolis (SC), por suspeita de estupro de crianças e adolescentes. Os crimes teriam ocorrido em Niterói (RJ) e em São Caetano do Sul (SP).

"O SBT informa que o youtuber Raulino de Oliveira Maciel, o Raulzito, não integra mais o quadro de streamers do SBT Games, do qual fez parte desde o ano passado", disse a emissora em nota.

Em seu perfil no Instagram, o streamer e youtuber se declara "apresentador do SBT Games", mas a empresa apenas o classifica como "produtor de conteúdo". Além disso, todos os vídeos do canal de Raulzito foram tirados do ar após sua prisão.

"Ele era produtor de conteúdo não exclusivo da plataforma, não tendo nesta condição direito algum em usar o nome da emissora em negociações fora das propriedades do SBT Games”, acrescenta a emissora de televisão.

De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, responsável pela investigação e prisão de Raulino, ele usava um perfil nas redes sociais para aliciar crianças, e se apresentava como funcionário do SBT. Os principais alvos eram menores de idade, entre 10 e 14 anos, que tentavam iniciar suas carreiras de atores na TV.

Ao G1, a DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima) apontou que duas vítimas já prestaram depoimentos. A ordem de prisão foi expedida pelo delegado Adriano França, que enviou sua equipe à residência de Raulino, em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo. Ao chegar no local, souberam que ele estava em Florianópolis, e os oficiais viajaram durante 14 horas para efetuar a prisão do streamer.

Jornal Midiamax