MidiaMAIS / Famosos

Sambista da Mangueira Leandro Almeida morre no Rio

Compositor teve samba escolhido para Carnaval 2022 na noite de terça-feira (28) e morreu na madrugada de quarta-feira (29)

Nathália Rabelo Publicado em 29/09/2021, às 17h00

Leandro Almeida
Leandro Almeida - Foto: Reprodução

Leandro Almeida, compositor da escola de samba carioca Estação Primeira de Mangueira, morreu na madrugada desta quarta-feira (29), no Rio de Janeiro. Ele tinha 48 anos de idade e lutava contra um câncer de pulmão.

Dioni Leandro Gomes de Almeida, nome de batismo do sambista, foi um dos autores da composição escolhida para o Carnaval 2022, ao lado de Moacyr LuzPedro Terra Bruno Souza.

"Leandro tinha 48 anos e vinha se tratando de um câncer no pulmão. Foi hospitalizado essa semana e faleceu nesta madrugada", contou o amigo Pedro Terra, parceiro de Leandro na composição do samba.

A final do samba-enredo foi na terça-feira (28), mas Leandro, já hospitalizado, não teve a chance de comparecer. “Desejamos muita luz para que ele siga sua caminhada e aos familiares, parceiros e amigos. Desejamos muita força e fé, com a certeza de que ele permanecerá sempre presente em seus corações”, disse a escola.

Jornal Midiamax