MidiaMAIS / Famosos

Relembre outros casos de atores que saíram das obras sem concluí-las, assim como Camila Queiróz

De morte à doença e demissão: artistas deixaram novelas inacabadas

João Ramos Publicado em 18/11/2021, às 08h16

Camila Queiróz, Domingos Montagner, Drica Moraes e José Condessa
Camila Queiróz, Domingos Montagner, Drica Moraes e José Condessa - (Fotos: Reprodução)

Camila Queiróz foi retirada de "Verdades Secretas 2" sem concluir as gravações e, principalmente, o desfecho de sua protagonista Angel. Divergências com a emissora levaram à atitude extrema. A Globo alegou que Camila fez exigências "inaceitáveis" para renovar o contrato e terminar de filmar a obra. Segundo o canal, a atriz impôs condições como: decidir o final de sua personagem e assegurar sua participação na terceira temporada.

Antes de Camila Queiroz, o caso mais recente de ator que deixou alguma novela sem terminar as gravações aconteceu em "Salve-se Quem Puder". O ator português José Condessa, que vivia Juan, acabou deixando a Globo para protagonizar uma novela em Portugal. A situação se deu devido à pandemia, que paralisou as gravações da trama, enquanto José já tinha um acerto para o segundo semestre de 2020 com a emissora portuguesa. Por isso, ele precisou sair da história e teve um desfecho inventado e comentado pelos personagens. Suas funções na novela foram assumidas por outro personagem criado especialmente para substituí-lo, vivido por Rodrigo Simas.

Em Império, reprisada recentemente na Globo, Drica Moraes deixou a vilã Cora inacabada para tratar um problema de saúde. Com sua saída, a equipe optou por escalar Marjorie Estiano para o papel. Ela tinha interpretado Cora na primeira fase e voltou ao folhetim dizendo apenas que tinha rejuvenescido.

Caso mais trágico foi o de Domingos Montagner, em 2016, que morreu afogado enquanto gravava cenas da novela "Velho Chico" no Rio São Francisco. Várias cenas do ator não foram gravadas para o desfecho da trama e a direção precisou usar uma câmera como se fosse o seu personagem, Santo dos Anjos. Os atores olhavam diretamente para a lente, como se estivessem dialogando com o ator falecido, mas o personagem nunca dizia uma palavra.

Jornal Midiamax