“Quando [as pessoas] viram de fato, não aconteceu nada. O estresse maior foi por causa das fofocas que saíram antes do programa, mais pelas fofocas e pela internet, que ultimamente está muito tóxica. Entendo as pessoas que estão em casa, agoniadas, acumulando energia e precisam botar para fora de alguma forma. Então, às vezes, sai em forma de bondade ou ódio, e a gente aprendeu a lidar com isso há muitos anos”, afirmou Pyong Lee.

Apesar da repercussão negativa, o ex-BBB avalia a passagem pelo programa de forma positiva.

“Não foi um grande problema, foi mais um desafio, uma etapa, para aprendermos a lidar e evoluir. Isso pode agregar de alguma forma também, nos futuros ensinamentos que a gente tem, porque deu tempo de refletir, estudar, evoluir e crescer”, completou.