MidiaMAIS / Famosos

Filho de Gugu fala da decisão de doar órgãos do pai: "Ele vive em muitas pessoas"

"Meu pai vive em várias pessoas que receberam seus órgãos", diz estudante de 19 anos em vídeo; rapaz assinou autorização para doação de órgãos de apresentador, que morreu em novembro de 2019

Nathália Rabelo Publicado em 17/09/2021, às 19h00

None
Foto: Reprodução

João Augusto Liberato, de 19 anos, filho mais velho de Gugu Liberato, que morreu ao 60 anos em novembro de 2019, fez um vídeo no Instagram nesta sexta-feira (17), sobre a campanha de doação de órgãos Gugu Vive. Ele lembrou que setembro é o mesmo oficial da conscientização da doação de órgãos e que esse era uma vontade do apresentador, incentivando quem quer fazer o mesmo a deixar o desejo registrado.

O jovem contou que foi ele quem assinou a autorização para a realização do procedimento, após a morte do apresentador em novembro de 2019, que sofreu um acidente em sua casa na Flórida, nos Estados Unidos, e não resistiu aos ferimentos.

"Como vocês sabem meu pai no deixou em novembro de 2019. E deixando uma saudade infinita também deixou um último grande grande exemplo que é a doação de órgãos. Durante a sua vida ele sempre falava sobre essa vontade. E mesmo com muita tristeza em nossos corações eu ainda fiz questão de autorizar os papéis que autorizavam a doação", explicou João Augusto. 

João afirmou que a campanha Gugu Vive tem o objetivo de incentivar as pessoas a avisarem seus familiares sobre esse desejo e que o pai segue vive nas mais de 50 pessoas que receberam seus órgãos. "São eles que vão autorizar ou não, quando chegar o nosso momento. Gugu vive em muitas pessoas que receberam os seus órgãos. Gugu vive em nós. Meu pai vive nas atitudes e exemplos que ele nos deixou", completou.

Além de João Augusto, Gugu era pai das gêmeas Marina e Sofia, com Rose Miriam.

Jornal Midiamax