MidiaMAIS / Famosos

Filha do piloto de Marília Mendonça anuncia processo: 'só tenho uma coisa a falar'

Advogado da família afirma que o erro não foi de Geraldo

João Ramos Publicado em 18/11/2021, às 10h59

Vitória acompanhada de Geraldo em uma aeronave, a paixão da vida de seu pai
Vitória acompanhada de Geraldo em uma aeronave, a paixão da vida de seu pai

A filha de Geraldo Medeiros, o piloto que comandava o avião em que estava Marília Mendonça e sua equipe, confirmou que irá processar a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais). Vitória Medeiros tomou a decisão movida pela sede de justiça em relação à perda do pai, que pilotava a aeronave que caiu no dia 5 de novembro vítimas em Caratinga (MG).

Nas redes sociais, ela falou brevemente sobre o assunto. "Só tenho uma coisa a falar, por ora: se tivesse essa sinalização tudo poderia ser diferente. E isso vai ser importante, principalmente, para poder proteger a vida de outras pessoas caso haja uma emergência", disse.

Ao UOL, o advogado da família afirmou que o erro não foi de Geraldo. "Não foi erro [do piloto]. Ele simplesmente não viu a torre. Se tivesse uma sinalização, ele teria visto. Ele não cometeu nenhuma violação. Teoricamente tentou fazer o melhor possível para enquadrar [a aterrisagem] e pegou esse fio", declarou o representante.

O avião caiu após colidir com cabos de uma torre de transmissão instalada no topo de uma montanha, perto da pista de pouso. A Polícia Civil de Minas Gerais encontrou um cabo enrolado na hélice da aeronave, mas ainda não se sabe ao certo se é o mesmo da colisão.

Jornal Midiamax