MidiaMAIS / Famosos

Datena pede impeachment de Papa Francisco após declaração ofensiva do pontífice sobre o Brasil

"Rezam demais e roubam demais", disparou o apresentador retrucando o religioso

João Ramos Publicado em 27/05/2021, às 07h35

José Luiz Datena chamou Francisco de irascível
José Luiz Datena chamou Francisco de irascível - (Band)

Vídeo que mostra o Papa Francisco fazendo uma brincadeira sobre o Brasil, quando um padre pede orações ao país, e o pontífice afirma que a nação "não tem salvação: é muita cachaça e pouca oração", viralizou nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (26).

Ao exibir a gravação em seu programa "Brasil Urgente", Datena criticou a atitude do Papa e fez acusações ao Vaticano.

"Respondendo também ao Santo Padre, com todo respeito: aí no Vaticano é muita oração e muito ladrão porque o que roubaram naquele banco do Vaticano não está no Gibi. Se nós tomamos muita cachaça e pouca oração, aí vocês rezam demais e roubam demais. Ele falou brincando, mas eu não estou brincando com negócio do ladrão", disparou o apresentador. 

Veja o vídeo viralizado da fala do pontífice:

"Vou perder o respeito" e Impeachment

Sendo católico, José Luiz Datena afirmou que se sentiu ofendido com a declaração do religioso. "Não pega bem. Não dá pra brincar com religião, ainda mais o Papa. O cara é o Papa, mas não é Deus. Não pega legal esse tipo de brincadeira. Os caras já tratam tão mal os brasileiros. O senhor podia se desculpar com povo brasileiro, acho que ficaria melhor. Eu, como católico brasileiro, me sinto ofendido com essa brincadeira. Ele podia se conter com esse tipo de brincadeira, eu não acho legal", declarou. 

Muito irritado, o apresentador do "Brasil Urgente" chegou a exigir que sua produção retirasse a imagem do pontífice do telão e pediu o impeachment do Papa.

"Tira o papa daí porque daqui a pouco eu vou perder o respeito pelo pelo Papa. Eu não quero porque eu respeito o Santo Padre. Deus não deve estar satisfeito com essa piadinha que ele fez.  Não tem impeachment de papa? Jamais esperava isso do Papa porque essa brincadeira boba, num momento tão difícil que o mundo está passando, chamar brasileiros de cachaceiro, que não tem salvação...", desabafou revoltado.

Jornal Midiamax