MidiaMAIS / Famosos

Cobras aparecem para Lívia Andrade e artista desabafa: 'maldade, veneno e perseguição'

Apresentadora disse que se o animal aparecer novamente, vai convidá-lo para entrar e tomar uma xícara de café

João Ramos Publicado em 13/05/2021, às 10h27

Lívia refletiu sobre a constante aparição de cobras em sua vida
Lívia refletiu sobre a constante aparição de cobras em sua vida - (Reprodução)

Lívia Andrade foi surpreendida nesta quarta-feira (12) quando uma cobra simplesmente apareceu em sua casa, na cidade de São Paulo. Destemida, a apresentadora narrou todo o perrengue que passou com o animal compartilhando tudo nos storys de seu Instagram, e disse que se a cobra aparecer novamente, será convidada para 'entrar e tomar uma xícara de café'.

"Como eu moro no meio do mato, apareceu. Muita gente está perguntando e vou dizer: não matei a cobra. Peguei a cobra e a levei para longe. Foi difícil porque ela teimava e voltava. Se ela voltar e bater na porta novamente, vou convidar para entrar e tomar uma xícara de café", brincou.

Mandando indireta, a artista disse estar acostumada a encontrar com cobras venenosas em seu caminho. "Não tenho medo de cobra, mas tem que ter cautela. Temos que tomar cuidado especialmente com as cobras e venenosas, e essas eu estou bem acostumada a encontrar no meu caminho. A gente vai aprendendo a lidar com essas coisas e vai sobrevivendo ao veneno e ficando mais forte", disparou.

Recorrência: sinal, aviso, maldade e perseguição

A espécie que surgiu na residência de Lívia nesta quarta (12), entretanto, não era venenosa, e por isso a apresentadora não teve maiores preocupações. Ex-SBT, ela ainda revelou que cobras têm aparecido frequentemente em sua vida, e que considera isso 'um sinal, um aviso'.

"Neste ano, não foi a primeira vez que cobras apareceram para mim, e nem foram na mesma casa, nem no mesmo país. O que eu acho disso? Acho que são sinais, avisos. Qual a relação desses acontecimentos com a minha vida? É como se fosse uma perseguição porque são em diferentes lugares. A cobra vai até onde eu estou, chega até a porta, olha para a minha cara. A mensagem que tiro disso é: a maldade, o veneno e a perseguição continuam direcionadas a você. Não importa o país, a casa, o hotel", finalizou.

Jornal Midiamax