MidiaMAIS / Famosos

Bráulio Bessa, após ter alta e se recuperar da Covid, volta ao Encontro: 'desesperador'

Poeta de 36 anos disse que teve medo de morrer

João Ramos Publicado em 31/05/2021, às 12h53

"Quando testa positivo, tudo se multiplica", afirmou o cordelista
"Quando testa positivo, tudo se multiplica", afirmou o cordelista - (TV Globo)

Na semana passada, o poeta Bráulio Bessa, popular por participar do programa "Encontro com Fátima Bernardes", passou poucas e boas devido à Covid-19.

Terça-feira (25), Bráulio foi internado e chegou a ser levado para a UTI com baixa saturação. Felizmente, ele logo foi transferido para um leito no dia seguinte.

Após quatro dias hospitalizado, o cordelista recebeu alta no sábado (29) e reapareceu no "Encontro" desta segunda-feira (31) para dar seu depoimento. Ainda abalado e emocionado por tudo o que viveu, o poeta revelou que teve medo de morrer.

"Viver no Brasil hoje, nesse momento, já é desesperador. E quando testa positivo, tudo se multiplica. Eu tive muito medo de morrer por uma doença que já tem vacina", declarou.

Bráulio ainda disse que não é preciso estar com o vírus para estar abalado e com a 'cabeça fraca': "Só de ver as pessoas perdendo amigos, parentes, amores, amantes, pais e filhos, você já vive uma tensão muito grande de estar entregue. É como se fosse um cerco que está se fechando e uma hora vai chegar em você", completou.

Jornal Midiamax