MidiaMAIS / Famosos

Globo copia fracasso de A Fazenda e faz ex-BBB's 'lavarem roupa suja'

"Espelho, espelho meu" será exibido em maio e tem a intenção de colocar mais lenha na fogueira

João Ramos Publicado em 15/04/2021, às 11h29

Leifert rindo no BBB e peões da fazenda
Leifert rindo no BBB e peões da fazenda - (Reprodução)

Parece que não serviu de nada o fracasso da RecordTV ao promover uma sessão para os peões lavarem roupa suja ao vivo, durante a 12ª temporada de "A Fazenda" em 2020.

Mesmo tendo saído muito mal na fita, a atitude da emissora de Edir Macedo vai ser reproduzida pela produtora do Big Brother Brasil, em maio.

A Globo vai exibir um programa especial com os ex-participantes após o final da temporada. No reencontro, eles voltarão à casa para lavar a roupa suja. A atração terá o nome de "Espelho, Espelho Meu" e tem exibição prevista para dia 8 de maio, um sábado.

Embora a própria Globo tenha feito essa estratégia antes da Record, nas primeiras temporadas do reality, o "Lavanderia BBB" reunia os brothers mas não tinha só a intenção mesquinha do 'fogo no parquinho'. Funcionava como um momento para relembrar tudo o que aconteceu na edição de forma leve e nostálgica.

Estratégias obscuras?

Inspirada em "A Fazenda", desta vez, a produção do BBB quer polêmica. A atual temporada proporciona a ocasião mais inapropriada para ressuscitar o formato de lavação de roupa suja.

As barbaridades envolvendo Karol Conká, Nego Di, Projota, Lumena, Lucas Penteado, Rodolffo, João e etc, são muito pesadas para serem revividas, e assim, tão rápido. Seria essa lavanderia 2021 mais uma tentativa fajuta e disfarçada da emissora limpar a imagem de Karol Conká?

Colocar a rapper pra dizer ao Brasil chorando litros que se arrepende de tudo e não é daquele jeito, realmente pode ser uma boa tática.

Na Record, em dezembro, a lavação de roupa suja entre os peões gerou resultados desastrosos. Marcos Mion apresentou a dinâmica constrangido e pedindo desculpas a todo momento por submeter os participantes a situações tão degradantes.

Cara de pau

De certa forma, o BBB 21 foi um show de horrores mais pesado que "A Fazenda 12", podendo render momentos de extremo constrangimento e desconforto humano piores que os do reality da RecordTV.

É o tal do 'fogo no parquinho', explorar ao máximo, até a última gota, o sucesso de um programa. "Espelho, espelho meu" vem aí para mostrar a perversidade por trás dos bastidores do reality show e a falta de preocupação e importância com os sentimentos e cicatrizes das pessoas que estiveram lá dentro.

O lema parece ser "se virem, sofram, se descabelem, se estapeiem, é isso que o público quer ver. Não toparam participar? Então aguentem até o fim". Aí, na maior cara de pau, de vez em quando Tiago Leifert aparece no telão ao vivo pra fazer discurso conscientizador, explicar ou ensinar sobre empatia e respeito ao sentimento do outro, sendo aplaudido e ovacionado nas redes sociais.

É mole?!

Jornal Midiamax